Van Gaal diz que saída do United foi maior humilhação da carreira

Do UOL, em São Paulo

  • Andrew Yates/Reuters

    Louis Van Gaal quando comandou o Manchester United

    Louis Van Gaal quando comandou o Manchester United

O ex-treinador holandês Louis van Gaal, 66, afirmou neste sábado (9) ao tabloide britânico Daily Mirror que a demissão no Manchester United foi a maior humilhação pela qual passou em sua carreira.

"O United colocou uma corda na minha cabeça e eu fui publicamente levado à forca", ele disse em entrevista à publicação.

Van Gaal comandou a equipe inglesa de 2014 até o meio do ano passado e foi substituído pelo português José Mourinho em 21 maio de 2016.

O holandês foi demitido dois dias após vencer a Copa da Liga Inglesa com o United. O título foi o único à frente do clube em duas temporadas. No final desse período, ele não se classificou para a Liga dos Campeões, depois de ficar em quinto no Campeonato Inglês.

Ao Daily Mirror o treinador afirmou que a saída do cargo foi "tramada pelas suas costas desde janeiro [de 2016]". Ele disse que o vice-presidente executivo do United, Ed Woodword, lhe dava um feedback positivo, ao mesmo tempo em que o clube planejava a demissão.

Van Gaal afirmou que começou a suspeitar que seria retirado do cargo quando ídolos do time, como Gary Neville and Paul Scholes, começaram a criticar o estilo de jogo que o técnico imprimia.

"De repente, ex-jogadores começaram a escrever na mídia que estávamos jogando um futebol ruim, e a vinda de Mourinho parecia muito atraente para que me derrubassem".

O holandês disse que foi informado oficialmente do interesse do clube pelo treinador português somente depois de a notícia vazar na imprensa. Ele classificou o episódio como "o maior desapontamento" de sua vida.

"O United não discutiu isso comigo", declarou. "Se me avisassem dos planos de trazer Mourinho, eu diria 'okay, vou dar o meu melhor pelos próximos meses."

Van Gaal ainda afirmou que o clube poderia ter economizado os últimos meses de seu salário, caso ele fosse avisado da demissão com antecedência. "Mas depois do que aconteceu, eu os fiz pagar cada centavo".

Em janeiro deste ano, mais de seis meses depois de sair do United, o holandês anunciou que iria se aposentar da carreira de treinador de futebol.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos