Rodrigo Caio e Cueva têm conversa particular em CT após discussão pública

Bruno Grossi

Do UOL, em São Paulo (SP)

  • Maurício Rummens/Estadão Conteúdo

O São Paulo usou a representação da equipe, nesta segunda-feira, para solucionar os problemas internos expostos na última semana. Antes de a atividade no CT da Barra Funda começar, o zagueiro Rodrigo Caio e o meia-atacante Cueva tiveram uma conversa particular para se acertarem. O defensor cobrou o peruano, que não gostou e respondeu de maneira indireta após o empate por 2 a 2 com a Ponte Preta.

Rodrigo Caio e Cueva conversaram durante pouco mais de dez minutos aproximadamente, antes de a comissão técnica convocar um novo bate-papo entre todo o elenco e o diretor executivo de futebol, Vinicius Pinotti. A ideia é estancar os problemas públicos expostos nos últimos dias.

Os atletas também se reuniram entre si para conversar sobre questões "de campo". Estas três reuniões atrasaram o treinamento são-paulino, o primeiro desde o empate do último sábado, em mais de uma hora.

Além das conversas entre atletas, comissão técnica e os dois personagens da polêmica do último fim de semana (Cueva e Rodrigo Caio), a atividade desta segunda-feira contou com a presença de diretores pouco acostumados a aparecer no dia a dia.

Nomes como Elias Albarello, diretor executivo financeiro, e Rodrigo Gaspar, diretor executivo de administração, estiveram no local de treinos do clube tricolor para dar apoio ao presidente Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco.

A crise são-paulina ultrapassou a questão da falta de resultados na última semana. Tudo começou na quinta-feira, quando Rodrigo Caio cobrou de maneira pública uma melhora de Cueva, que se destacou dias antes em duas partidas da seleção peruana pelas eliminatórias sul-americanas.

A postura do camisa 10 já vinha desagradando a atletas do elenco de Dorival Junior, mas foi Rodrigo Caio quem expos esta questão na quinta-feira. "Ele tem a consciência que precisa melhorar. De alguma maneira, a gente tenta ajudar, mas ele também precisa querer se ajudar."

Cueva não gostou da cobrança pública e respondeu no último sábado. Depois de sair irritado do gramado após o novo tropeço do time pelo Campeonato Brasileiro, o peruano respondeu aos jornalistas que queriam uma entrevista na zona mista: "Fala com o Rodrigo Caio".

As palavras do peruano imediatamente repercutiram dentro da comissão técnica. Dorival Junior, que negou qualquer problema de relacionamento dentro do elenco no último sábado, mostrou confiança no peruano e prometeu resolver este debate de maneira interna, como ocorreu nesta segunda.

Já o meio-campista Hernanes, um dos líderes do elenco, usou o bom-humor para tratar o assunto no último fim de semana. "Bom, o Rodrigo falou; o Cueva rebateu. É, deu empate", brincou o camisa 15, principal destaque do São Paulo nas últimas semanas.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos