Torcedores organizados do Bahia são indiciados por tentativa de homicídio

Roberto Oliveira

Colaboração para o UOL, em Recife

  • Divulgação/SSP-BA

    Revólver calibre 38 e barra de ferro foram apreendidos com integrantes da Bamor suspeitos de atirarem em torcedor organizado do Vitória

    Revólver calibre 38 e barra de ferro foram apreendidos com integrantes da Bamor suspeitos de atirarem em torcedor organizado do Vitória

Seis integrantes da maior torcida organizada do Bahia, Bamor, foram indiciados por tentativa de homicídio nesta segunda-feira (11), suspeitos de serem responsáveis pelo disparo de revólver contra um torcedor do Vitória, após a partida contra o Fluminense no Barradão na noite de domingo (10).

César Bloise Barbosa, Daniel Cruz Alves Júnior, Danilo Barbosa Souza, Edílson da Silva Venâncio, Thiago Rabelo Oliveira e Diego Santos Novaes, todos maiores de idade, foram detidos pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e encaminhados para audiência de custódia. O presidente da Bamor, Luciano da Silva Venâncio, foi ouvido e liberado em seguida. 

Segundo a Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), o grupo participou do ataque a um homem que estava com a camisa da maior torcida organizada do Vitória, Os Imbatíveis, horas antes do jogo Vitória 2 x 2 Fluminense.

Policiais Militares do Batalhão Especializado de Policiamento em Eventos (Bepe) foram os primeiros a chegar ao local e ouviram de testemunhas que os autores do disparo seriam da Bamor.

Em seguida, eles foram até a sede da organizada, onde encontraram os suspeitos e apreenderam um revólver calibre 38. Os integrantes da Bamor, a arma e o projétil retirado do braço do torcedor do Vitória foram submetidos a perícia no Departamento de Polícia Técnica.

A suspeita é de que o revólver apreendido tenha sido utilizado no disparo. Atingido, o torcedor do Vitória foi atendido numa unidade de saúde da capital baiana e liberado. 

"O objetivo é esclarecer quem foi o autor do disparo e se o revólver apreendido foi utilizado na ação criminosa. Algumas testemunhas nos disseram quem atirou, mas aguardaremos a conclusão dos laudos", explicou a delegada Patrícia Brito, em nota divulgada pela SSP-BA.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos