Chelsea dá bronca em fãs por canto antissemita antes de jogo da Champions

Do UOL, em São Paulo

  • Toby Melville/Reuters

O Chelsea emitiu um comunicado oficial nesta terça-feira (12) pedindo para seus torcedores manterem o respeito durante a partida contra o Qarabag, pela Liga dos Campeões. O clube inglês faz referência ao canto antissemita criado pelos fãs em homenagem ao atacante Álvaro Morata.

Durante a partida contra o Leicester, no último final de semana, os torcedores do Chelsea cantaram: "Álvaro Morata. Ele veio do Real Madrid, ele odeia os malditos judeus". A última palavra foi alterada porque o termo original em língua inglesa carrega uma conotação racista.

"Esta linguagem é antissemita e não tem espaço no futebol ou na sociedade. É um termo ofensivo e inapropriado, insulta os torcedores judeus (nossos e de outros times), seus amigos, família e pessoas da comunidade judaica', diz o Chelsea em nota.

"Trabalharemos com a polícia para identificar os responsáveis. Se houver evidências que os titulares de tickets da temporada ou membros participaram desse canto ou de qualquer comportamento discriminatório futuro, tomaremos as medidas mais duras possíveis, incluindo banimento", continua a nota.

Chelsea e Qarabag se enfrentam nesta terça-feira, no Stamford Bridge, às 15h45 (de Brasília).

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos