Pellegrini diz que sua passagem no Real foi "a mais dolorosa da carreira"

Do UOL, em São Paulo

  • Alessandro Garofalo/Reuters

    Pellegrini em sua época de Real Madrid

    Pellegrini em sua época de Real Madrid

Hoje na China, Manuel Pellegrini falou do tempo em que treinou o Real Madrid e classificou o período no clube espanhol como o 'mais doloroso de sua carreira'.

Pellegrini treinou o Real na temporada 2009/2010 e contou que saiu frustrado do clube espanhol.

"Meu período no Real foi o mais doloroso de minha carreira. O time estava completo, mas estava em etapa de formação e tinham problemas óbvios. Eu saí com um gosto amargo de não ter conquistado nenhum título apesar de ter conquistado um recorde de pontos em um Campeonato Espanhol", comentou em entrevista ao Fútbol Táctico.

O treinador ainda disse que na época era muito fácil conviver com grandes estrelas. "É mais fácil do que você pode pensar treinar esses jogadores, pelo menos foi para mim. O elenco do Real Madrid nessa época tinha grandes figuras como Cristiano Ronaldo, Kaká, Xabi e Benezema, mas quando o maior jogador do grupo é o primeiro a chegar ao treino e o último a sair, tudo fica mais fácil", disse.

Pellegrini também lamentou que o conjunto do Real Madrid não tenha se encaixado na época como gostaria.

"É verdade que chegaram grandes estrelas, mas tínhamos muitos atacantes e poucos meias, os jogadores que eu queria manter acabaram vendidos. Além disso, Cristiano Ronaldo ficou boa parte do campeonato lesionado. Eu teria gostado de ter mais tempo, muita gente chegou na época e às vezes demora para que se entrosem da melhor maneira", explicou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos