Atlético-MG projeta liderança do 2º turno por "obrigação" de ir à Liberta

Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Bruno Cantini/Clube Atlético Mineiro

    Rogério Micale traça meta de liderança do returno do Brasileirão

    Rogério Micale traça meta de liderança do returno do Brasileirão

Daniel Nepomuceno, presidente do Atlético-MG, já sentenciou que a classificação à Libertadores por meio do Campeonato Brasileiro é uma obrigação para o elenco comandado por Rogério Micale.

Com 30 pontos, a quatro do Cruzeiro, último time do G-6 do Brasileiro, e na 11ª colocação, o Atlético-MG tem 15,3% de chance de se classificar para o torneio continental, segundo o departamento de Matemática da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

A ideia é somar cerca de 60 pontos para assegurar a vaga na próxima edição da competição internacional, a qual o time disputa ininterruptamente desde 2013. Para alcançar a meta que foi definida como um dever do plantel, Rogério Micale já fez um pedido aos jogadores: ser líder do returno do Brasileirão.

Com sete pontos em quatro partidas, o Galo tem a quarta melhor campanha do segundo turno, atrás de Avaí (10) Botafogo (9) e Cruzeiro (também com 7). A ideia de comissão técnica e elenco é dobrar a pontuação atual para alcançar o objetivo sem correr riscos.

"O que a gente está comentando muito internamente é a campanha do returno. Para a gente disputar G-6, a gente tem de ser líder do returno. Não tem por que pensar no jogo do Vitória se no domingo nós temos o jogo contra o Avaí. É ir lá e conseguir uma vitória", afirmou Clayton.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos