Brasileiro sugere, e nem TV oficial terá acesso ao vestiário do PSG

Do UOL, em São Paulo

  • PSG/Twitter

    Reforço do PSG para a temporada, Neymar posa ao lado de Maxwell, dirigente do clube

    Reforço do PSG para a temporada, Neymar posa ao lado de Maxwell, dirigente do clube

De acordo com reportagem do jornal francês "L'Equipe", a diretoria do Paris Saint-Germain resolveu blindar o vestiário da equipe profissional, e nem mesmo veículos oficiais do clube terão acesso aos jogadores em dias de jogos. A ideia foi do brasileiro Maxwell e foi adotada para evitar o vazamento de informações confidenciais.

Ex-jogador do clube e membro da diretoria de futebol, Maxwell ficou assustado com a quantidade de pessoas que tinham acesso ao vestiário do PSG em julho, durante viagem de pré-temporada para os Estados Unidos. Por isso, em acordo com Antero Henrique, diretor esportivo, e Unai Emery, técnico do time profissional, decidiu restringir o acesso aos jogadores.

A imprensa não é mais admitida no vestiário – nem mesmo as equipes dos canais oficiais do clube. Só terá acesso aos jogadores um assessor para ajudar a decidir quem vai conversar com os jornalistas em coletivas de imprensa e zonas mistas.

Além de jogadores, comissão técnicas e diretoria, só poderão entrar no vestiário funcionários que trabalhem para a equipe ou para os atletas, como mordomos e motoristas.

Com isso, o PSG pretende evitar o vazamento de informações confidenciais. Desse jeito, os jogadores ganham maior liberdade para conversarem sobre assuntos importantes do clube.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos