De cadeiras de rodas, Dembelé viaja à Finlândia para cirurgia

Do UOL, em São Paulo

Osmane Dembélé viajou para a Finlândia nesta segunda-feira para a realização da cirurgia na coxa esquerda. O atacante francês do Barcelona deixou a Espanha acompanhado do médico do clube Ricard Pruna em uma cadeira de rodas para não agravar a lesão.

O site oficial do clube confirmou neste domingo que a nova contratação deverá ser desfalque por até quatro meses, só retornando aos gramados em 2018. O atacante sofreu uma lesão no músculo posterior da coxa esquerda durante a partida contra o Getafe, no último domingo (17).

Em entrevista coletiva nesta segunda, o técnico Ernesto Valverde mencionou que, fosse mais experiente, Dembélé talvez não tivesse sofrido a lesão. "(Dembélé) é um jogador sem lesões musculares em seu histórico e que não tem a experiência para reconhecer dores. Se machucou com um toque de calcanhar, que é o gesto mais violento para o bíceps femoral. Um jogador mais veterano deixaria que a bola se perdesse pela linha de fundo", declarou.

A imprensa da Espanha aponta que o jogador já sentia um incômodo na coxa durante o aquecimento para o duelo contra o Getafe, algo refutado pelo treinador. Para Valverde, o fato de Dembélé mexer na coxa esquerda enquanto aquecia e alongava não significa um problema muscular prévio, é algo que todos atletas fazem.

A contusão de Dembélé aconteceu aos 25 minutos do primeiro tempo da partida. O jogador será operado pelo médico Sakari Orava, que é considerado especialista neste tipo de lesão. Ele já operou grandes nomes do esporte mundial, como o atleta etíope Haile Gebrselassie e jogadores de futebol como Marco van Basten, David Beckham e Josep Guardiola, entre outros.

 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos