Acusado de racismo, técnico da seleção inglesa feminina deixa cargo

Do UOL, em São Paulo

  • Kevin C. Cox/Getty Images

    Mark Sampson deixa o cargo de técnico da seleção inglesa feminina de futebol

    Mark Sampson deixa o cargo de técnico da seleção inglesa feminina de futebol

Nesta quarta-feira (20), a Federação Inglesa de Futebol (FA) anunciou que Mark Sampson deixa o cargo de treinador da seleção feminina de futebol do país. A decisão foi tomada após o técnico ser acusado de racismo com suas comandadas.

Segundo a jogadora Eniola Aluko, Sampson teria perguntado à sua colega de seleção Drew Spence se ela já havia sido presa durante torneio em 2015. As duas estão entre as representantes negras da equipe nacional.

Além disso, Sampson teria pedido que Aluko se certificasse que seus parentes nigerianos não iriam levar o vírus do Ebola para Inglaterra durante jogo da seleção em Wembley.

Desde então, Sampson tem sido investigado pela FA e nega que tenha discriminado suas comandadas.

A FA não confirma que a decisão esteja relacionada às acusações.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos