Fifa investiga Chelsea pela 3ª vez por irregularidades com atletas da base

Do UOL, em São Paulo

  • Carl Recine/Reuters

    O técnico do Chelsea, Antonio Conte, orienta time durante jogo contra o United

    O técnico do Chelsea, Antonio Conte, orienta time durante jogo contra o United

De acordo com reportagem do jornal espanhol "Mundo Deportivo", a Fifa investiga o Chelsea por possível descumprimento dos regulamentos de categorias de base. É a terceira vez em oito anos que a entidade máxima do futebol mundial inspeciona a relação do clube inglês com seus jovens jogadores.

"Podemos confirmar que uma investigação está em andamento. Nós não podemos fornecer detalhes sobre as questões sob investigação", disse comunicado da Fifa, emitido após perguntas sobre o Chelsea.

A Fifa proíbe transferências internacionais de menores de 18 a menos que seus pais tenham migrado por razões não relacionadas ao futebol. A única exceção é para transferências dentro da União Europeia, que podem ser feitas a partir dos 16 anos.

Questionado sobre o tema, porta-voz do Chelsea afirmou que o clube cumpre todos os regulamentos da Fifa quando recruta jogadores.

Em 2009, o Chelsea foi punido por transferência irregular para sua base e teve de ficar dois anos sem contratar. Dessa vez, acredita-se que a possível pena seja inferior às aplicadas recentemente contra Atlético de Madrid, Real Madrid e Barcelona.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos