D'Alessandro dá entrada em documentos para conseguir dupla cidadania

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

  • Ricardo Duarte/Inter

    D'Alessandro entrou com processo de dupla cidadania para ser também brasileiro

    D'Alessandro entrou com processo de dupla cidadania para ser também brasileiro

D'Alessandro quer ser brasileiro. O argentino de 36 anos deu entrada na documentação para obter dupla cidadania por iniciativa pessoal e aguarda o trâmite burocrático. 

O armador do Inter tem ligação forte com o país. Defende o clube há nove anos e em 2015 ocorreu o nascimento de seu filho, Gonzalo, em Porto Alegre. "Ele é gaúcho", brinca repetidamente o jogador em coletivas. 

Além disso, D'Ale está perto de entrar para a lista de 10 jogadores com maior número de partidas disputadas pelo Colorado. E realiza anualmente seu evento beneficente na capital gaúcha, o Lance de Craque, que reúne jogadores e ex-jogadores para uma partida amistosa cuja renda é doada para instituições carentes. 

O processo de dupla cidadania não tem relação com a possibilidade do Inter ter mais um estrangeiro em campo nos jogos oficiais. Até porque a dupla cidadania não desconsidera a primeira. Ou seja, não teria efeitos práticos. D'Alessandro também possui passaporte europeu, feito na época em que atuou na Espanha. 

Em contato com a reportagem do UOL Esporte, a assessoria de comunicação do jogador confirmou que ele está entrando com processo de dupla cidadania. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos