Barcelona vence Girona em derby catalão com tom político e continua líder

Do UOL, em São Paulo

  • Albert Gea/REUTERS

    Suárez toca na saída do goleiro para marcar contra o Girona

    Suárez toca na saída do goleiro para marcar contra o Girona

Em um duelo marcado por manifestações políticas, o Barcelona derrotou o rival catalão Girona por 3 a 0 neste sábado (23), fora de casa, no estádio Montilivi, pela sexta rodada do Campeonato Espanhol.

Com a vitória, a equipe azul e grená continua com 100% de aproveitamento no torneio e abre mais distância na primeira posição, onde está isolada, somando 18 pontos em seis jogos. O vice-líder é o Atlético de Madrid com 14 pontos.

Antes e durante os 90 minutos, a partida contou com uma série de cânticos a favor da independência da Catalunha vindos das torcidas das duas equipes. A região fará um plebiscito em 1º de outubro para decidir sobre sua separação da Espanha.

Dias antes do duelo, na última quarta (20), tanto Barcelona quanto Girona se posicionaram a favor da realização do referendo, que enfrenta resistência do governo espanhol. Os clubes defendederam a votação nas suas redes sociais.

O presidente do país Mariano Rajoy diz que o plebiscito fere a Constituição e quer impedi-lo.

Muralha alemã garantiu vitória

O time da casa esteve melhor no início do jogo. Criou as melhores chances e chegou a assustar por mais de uma vez a defesa do Barcelona, que contou com a segurança do arqueiro alemão Ter Stegen para não sofrer um gol.

O goleiro fez duas boas defesas aos 11 min do primeiro tempo. Na primeira, espalmou a bola para a frente da área, após chute de Douglas. No segundo lance, impediu o atacante Olunga, que finalizou com força rasteiro, mesmo com o jogo parado por impedimento.

Contando com a segurança na retaguarda, o Barcelona abriu o placar. Depois de um rebote de escanteio, Jordi Alba chutou cruzado de fora da grande área, e o meia Aday, do Girona, desviou com a parte de trás do pé. Um golaço, mas contra. 1 a 0 para os visitantes.

O arqueiro da equipe azul e grená manteve-se seguro ao longo de toda a partida. Apesar do Girona não se mostrar intimidado enfrentando o líder do Espanhol, Ter Stegen resistiu à marcação sob pressão dos adversários e foi um dos melhores do jogo.

No calcanhar de Aquiles

Se o desempenho da retaguarda do Barcelona foi importante para o resultado da partida, o azar da defesa do Girona também fez sua parte. Depois de sofrer um gol contra na etapa inicial, o time da casa tomou outro no segundo tempo.

Aleix Vidal disparou com velocidade pela lateral do campo, invadiu a área dos adversários logo aos 3 min e, de calcanhar, cruzou rasteiro em cima do goleiro Iraizoz.

Confundido por um corta-luz de Suaréz, que apenas pulou a bola, o arqueiro do Girona a empurrou para dentro da própria meta também com o calcanhar. Outro golaço. Outra vez contra.

100 vezes Suárez

Depois de participar do segundo, o uruguaio Luis Suaréz ainda deixou o dele aos 23 min da etapa complementar. Ele marcou o terceiro da partida. O gol foi o 86º dele em 100 jogos vestindo a camisa do Barcelona no Campeonato Espanhol. E não faltaram tentativas.

Em campo, o jogador se mostrou ansioso para marcar o tento que seria segundo dele no torneio. Em todas as suas tentativas de fazer gol, Suárez estava em posição de impedimento em pelo menos seis ocasiões da partida.

Com a vantagem no placar, o Barcelona apenas admistrou o resultado. Nos acréscismos, Messi ainda tentou um belo passe  para o atacante uruguaio por entre os zagueiros do Girona, mas a defesa adversária, dessa vez, estava atenta. O goleiro Iraizoz interceptou o passe e lançou a bola para o ataque, segundo antes do apito final.

FICHA TÉCNICA

Girona 0 x 3 Barcelona
Data: 23/09/2017
Local: Estádio Montilivi, em Girona (na região da Catalunha, Espanha)
Hora: 15h45 (de Brasília)
Gols: Aday (contra) aos 17min do 1T; Iraizoz (contra), aos 2 min do 2T, e Suárez, aos 23 min do 2T

Girona: Iraizoz; Juanpe, Bernardo Espinosa, Jonás Ramalho, Pablo Maffeo (Marlos Moreno); Aleix Garcia, Pere Pons, Aday (Mojica), Douglas; Portu, Olunga (Kayode)
Técnico: Pablo Machin

Barcelona: Ter Stegen; Sergi Roberto, Mascherano, Umtiti, Jordi Alba; Rakitic, Paulinho (Busquets), Iniesta (Denis Suárez); Aleix Vidal (André Gomes), Luis Suárez; Messi
Técnico: Ernesto Valverde

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos