Manchester City planeja renovação de contrato do intocável Fernandinho

Caio Carrieri

Colaboração para o UOL, em Manchester (ING)

  • Michaela Rehle/Reuters

Pouco valorizado no Brasil, Fernandinho é imprescindível para Josep Guardiola no Manchester City. Por isso, o treinador incluiu no planejamento a longo prazo do clube a renovação do contrato do brasileiro de 32 anos, cujo vínculo termina em junho de 2018.

O meio-campista e o marfinense Yaya Touré, que estendeu seu compromisso na última janela de transferências, são os únicos atletas do elenco com acordo até o fim da atual temporada europeia.

"Apesar de a janela de transferências ter fechado em 1º de setembro, o clube continua o trabalho de análise de mercado todos os dias", disse Pep nesta sexta-feira (22), no City Football Academy (CFA).

Intocável no sistema de Pep, o jogador da seleção brasileira foi quem mais vestiu a camisa do pelo City na atual campanha – jogou todas as sete partidas. Gabriel Jesus e John Stones também têm o mesmo número de apresentações, mas estiveram em campo por menos tempo, já que Fernandinho atuou 533 minutos, contra 507 do atacante e 515 do zagueiro inglês.

Carl Recine/Reuters


Na temporada passada, a primeira do técnico catalão em Manchester, não foi muito diferente. O camisa 25 do City esteve entre os cinco que disputaram jogos, na seguinte ordem: Kevin De Bruyne (49), Raheem Sterling (47), David Silva e Sergio Agüero (45) e Fernandinho (44). Vale a ressalva que três expulsões do meio-campista o impediram de ostentar números ainda mais relevantes.

Guardiola já elogiou a polivalência de Fernandinho a ponto de dizer que ele é um "jogador que pode atuar nas 11 posições". E a importância do jogador transcende as quatro linhas. Líder também fora de campo, o meio-campista teve papel fundamental na adaptação dos novos brasileiros ao clube e à cidade. Gabriel Jesus, Danilo e Ederson não dominam o inglês, então cabe ao meio-campista a função de tradutor informal nas palestras da comissão técnica e até durante as partidas.

Sob o comando de Pep, Fernandinho ainda reconquistou seu espaço na seleção brasileira. Embora Casemiro viva grande fase tanto no Real Madrid quanto pelo Brasil, Tite já afirmou que a disputa pela posição de primeiro homem de meio de campo é uma das mais acirradas atualmente. "Eles podem atuar juntos, mas dá para fechar os olhos porque os dois jogam muito", elogiou o comandante da seleção depois da última partida, o empate em 1 a 1 com a Colômbia, em Barranquilla, pelas Eliminatórias da Copa da Rússia.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos