Procuradoria confirma denúncia a Gabriel; gancho pode ser de até 6 jogos

Dassler Marques

Do UOL, em São Paulo

  • Reprodução Twitter

    Gabriel fez gesto obsceno depois de gol marcado por Clayson

    Gabriel fez gesto obsceno depois de gol marcado por Clayson

O gesto obsceno para a torcida do São Paulo levará o corintiano Gabriel a julgamento no STJD. Nesta terça-feira, a procuradoria do órgão denunciou o meio-campista, que irá a julgamento na próxima semana.

Gabriel foi enquadrado no artigo 258 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva, que fala em "assumir atitude contrária à disciplina ou à moral desportiva, em relação a componente de sua representação, representação adversária ou de espectador". A pena prevista nesse caso é de suspensão entre um e seis jogos

Gabriel chegou a fazer um pedido de desculpas já na saída do Morumbi depois de São Paulo 1 x 1 Corinthians. "A torcida xingou bastante na hora do gol, até entendo a situação deles, mas isso acontece. Acabei retribuindo o gesto e peço desculpas se ofendi a pessoa que fez isso ou algum outro torcedor se doeu junto. Isso não é maior que o jogo", afirmou na ocasião. 

O departamento jurídico do Corinthians analisará o caso nos próximos dias, mas pretende apresentar sua defesa baseado em dois pontos: Gabriel demonstrou arrependimento pelo gesto e tem histórico limpo em relação a situações do tipo. 

Esse não é o único caso de indisciplina que dá dor de cabeça ao departamento jurídico do clube. A Conmebol também fez denúncias pelas condutas de Rodriguinho, Jô, Kazim e Walter em eliminação pela Copa Sul-Americana, o que poderá acarretar até mesmo em suspensão para a edição 2018 da Copa Libertadores. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos