Por que Jael é visto como importante e deve ganhar chances no Grêmio

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

  • Divulgação/Grêmio

    Jael em ação; aposta de Renato, atacante deve ganhar espaço como opção a Barrios

    Jael em ação; aposta de Renato, atacante deve ganhar espaço como opção a Barrios

Jael voltou após sete meses recuperando-se de uma cirurgia para reconstrução de ligamento no joelho e, rapidamente, já foi titular do Grêmio em duas partidas do Brasileirão. Contratado em janeiro, o centroavante é visto como importante no grupo pela função e características de jogo. E deverá ter mais chances até o fim do ano justamente pelo estilo. Aos olhos de Renato Gaúcho, Jael é o reserva imediato de Lucas Barrios.

O argentino naturalizado paraguaio preencheu a cota de centroavante aberta em janeiro. Ainda em 2016, a comissão técnica liderada por Renato buscava um atacante de área. Durante semanas a fio, o Grêmio se esforçou para encontrar um jogador com essas características. Jael chegou dentro dessa linha de raciocínio: ter uma opção para atuar próximo ao gol.

Titular contra Chapecoense e Bahia, Jael não fez gol, mas foi elogiado. O fato de ter passado em branco pode ser explicado pelo ritmo do próprio jogador, bem como a fase do time em geral. No último mês, o Grêmio tem enfrentado dificuldades ofensivas.

Jael é uma das novas opções do Grêmio para tentar resolver os problemas. Nem tanto pela qualidade técnica, reconhecidamente em outro nível na comparação com Barrios, mas pelas características. E por liberar Everton de uma improvisação que durou seis meses.

Na ausência de um centroavante de ofício, Renato Portaluppi adiantou Everton. O camisa 11 teve bom desempenho em algumas partidas explorando a velocidade, uma de suas principais virtudes, mas sofreu quando precisou de imposição física. Recentemente, foi definido que ele não será mais improvisado.

Assim, a volta de Jael e as chances a ele deixarão Everton como uma alternativa para outra função ofensiva: a de meia-atacante pela esquerda. A posição está vaga desde a saída de Pedro Rocha, vendido ao Spartak Moscou-RUS. O primeiro testado ali foi Fernandinho e o retorno dele ficou abaixo do esperado.

Diante do Fluminense, no próximo domingo, Jael não deverá ser titular. Barrios tem tudo para ser liberado pelos médicos e preparação física, após preservação por desgaste na última rodada, e assim voltar ao time. Everton pode desbancar Arroyo, tal qual ocorreu no segundo tempo contra o Bahia, e começar na equipe.

Jael, contudo, está de volta e será usado como opção. O centroavante também será inscrito na Copa Libertadores como alternativa. Bem no fim da fila, por conta de outros nomes do setor, mas presente e com aposta de Renato.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos