Kalil descarta ter cancelado evento e brinca com torcida do Cruzeiro

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Telmo Ferreira/Framephoto/Estadão Conteúdo

    O prefeito eleito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil, se pronuncia sobre evento cancelado na Savassi

    O prefeito eleito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil, se pronuncia sobre evento cancelado na Savassi

Alexandre Kalil (PHS), prefeito de Belo Horizonte, se pronunciou por meio de sua página no Facebook e garantiu que o cancelamento do Redutor Cruzeiro Brahma, festa que aconteceria na região centro-sul da capital mineira durante a final da Copa do Brasil, não é de responsabilidade da Prefeitura de Belo Horizonte (PBH).

Em um comunicado de oito minutos, o ex-mandatário do Galo explicou a situação e brincou também com o clube que faturou a quinta edição de Copa do Brasil.

"O prefeito de Belo Horizonte tem um coração e todo mundo sabe o coração do prefeito de Belo Horizonte. Ele nunca negou isso. Mas a Prefeitura de Belo Horizonte não tem coração clubístico. A Prefeitura de Belo Horizonte foi a mesma do prefeito Kalil, que liberou o estacionamento, que colocou ponto de táxi no Mineirão, que vetou a arquibancada no Independência", contou o político.

Na sequência, Alexandre Kalil fez uma brincadeira com os cruzeirenses e fingiu que os parabenizaria:

"O prefeito teve votos de atleticanos, americanos e cruzeirenses. O prefeito não vetou a festa do Cruzeiro. Não teve nenhum pedido de nenhuma torcida, de nenhuma organização, que foi negado. O prefeito é atleticano, sim, e nunca negou isso. Foi eleito como atleticano. E parabéns... Para os belorizontinos, que vão fazer aniversário dia 12. Vocês estão achando que era para o Cruzeiro, né? Não é não, o prefeito é atleticano".

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos