Reserva em revés, Robben causa "incêndio" no elenco do Bayern, diz jornal

Do UOL, em São Paulo

  • Charles Platiau/Reuters

    Neymar e Robben se abraçam após jogo entre PSG e Bayern de Munique

    Neymar e Robben se abraçam após jogo entre PSG e Bayern de Munique

De acordo com reportagem do jornal espanhol "Marca", Arjen Robben, jogador do Bayern de Munique, provocou um "incêndio" no vestiário do Bayern de Munique após a derrota por 3 a 0 para o Paris Saint-Germain, nessa quarta-feira (27), na França, pela segunda rodada da fase de grupos da Liga dos Campeões. O holandês, que começou a partida no banco de reservas, reagiu de maneira arredia em entrevista coletiva quando um jornalista perguntou se o elenco apoiava o técnico Carlo Ancelotti.

"Não vou responder a essa pergunta. Foi uma derrota dolorosa, e podemos falar sobre isso", disparou Robben.

Segundo o holandês, demonstrar uma possível insatisfação publicada seria prejudicial ao Bayern.

"Não digo nada sobre isso, porque cada palavra é demais. O mais importante é que agora somos uma equipe, precisamos de paz, e todos aqueles que expressam sua insatisfação não ajudam a equipe", declarou o meia atacante.

Ancelotti escalou James Rodríguez, Thomas Muller e Robert Lewandoski como jogadores mais ofensivos do time titular na partida contra o PSG. Robben entrou no lugar do alemão aos 24 minutos do segundo tempo.

"Pensei muito para escolher a melhor formação. Vou ser criticado por isso, mas não tem problema. Continuo convencido de que era uma boa formação, embora o desenvolvimento da partida esteve contra nós", opinou o treinador italiano.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos