Cabeçadas causam concussões e levam irlandês a deixar o futebol

Do UOL, em São Paulo

  • Jamie McDonald/Getty Images

    Kevin Doyle disputa bola no ar com Daniele De Rossi em jogo da seleção

    Kevin Doyle disputa bola no ar com Daniele De Rossi em jogo da seleção

De acordo com reportagem da emissora britânica "BBC", o centroavante irlandês Kevin Doyle decidiu se aposentar do futebol profissional por causa das concussões causadas por cabeçadas na bola. O jogador defendia o Colorado Rapids, dos Estados Unidos.

Doyle se queixava repetidamente de dores de cabeça. Estima-se que o jogador sofreu várias concussões ao longo de sua carreira de 15 anos no futebol profissional.

"Neste ano, ficou claro para mim que cabecear a bola estava se tornando problemático e me causando repetidas dores de cabeça. Duas concussões nesta temporada e muitas outras ao longo dos anos fizeram isso ser mais preocupante. Estou triste por anunciar que, após ouvir conselhos médicos, não vou mais jogar nessa temporada e vou me aposentar", disse Doyle.

"Vou aproveitar essa oportunidade para agradecer a todos que me apoiaram durante minha carreira, especialmente minha família, todos os técnicos e colegas de equipe que tive e os torcedores de todas as equipes em que joguei, seja na Irlanda, no Reino Unido ou nos Estados Unidos", completou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos