Marlos é naturalizado ucraniano e pode defender a seleção europeia

Do UOL, em São Paulo

  • Instagram/Reprodução

O meia-atacante Marlos poderá defender a seleção da Ucrânia após se naturalizar como cidadão do país nesta sexta-feira (29). O Shakhtar Donetsk fez o anúncio da novidade, confirmada pela assessoria de imprensa do jogador.

"O meia Marlos adquiriu a cidadania ucraniana e tem grandes chances de defender a seleção europeia na próxima rodada das Eliminatórias para a Copa do Mundo da Rússia", escreveu a assessoria. 

O Shakhtar Donetsk comemorou a novidade: "Marlos recebeu a cidadania ucraniana! Curta se você está feliz!", publicou o clube.

O brasileiro tem 29 anos e está no futebol ucraniano desde 2012, quando se transferiu do futebol brasileiro para o Metalist Kharkiv. Lá ficou por três temporadas, até se transferir em 2014 para o Shakhtar Donetsk, onde ganhou destaque no futebol do leste europeu.

No Brasil, Marlos iniciou surgiu como promessa do Coritiba e foi comprado pelo São Paulo ainda jovem, em 2009. No clube paulista, alternou bons e maus momentos e se tornou uma figura conhecida do futebol nacional, até ser vendido para o Metalist em janeiro de 2012.

 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos