Meia da seleção destaca futebol feminino europeu: 'Brasil, siga o exemplo'

Do UOL, em São Paulo

  • Twitter/Divulgação

    Atleta da seleção brasileira, Andressa Alves joga no Barcelona

    Atleta da seleção brasileira, Andressa Alves joga no Barcelona

A meia-atacante da seleção, Andressa Alves, engrossou as críticas contra os dirigentes que comandam o futebol brasileiro. Em post nas redes sociais, a atleta do Barcelona diz que o futebol feminino não é valorizado no Brasil e que o mesmo não ocorre na Europa.

"Na Europa, o futebol feminino tem a mesma valorização que o masculino. Brasil, por favor, siga o mesmo exemplo", escreveu.

A demissão de Emily Lima do comando da seleção brasileira feminina desencadeou onda de protestos de jogadoras.

Uma das estrelas da seleção, a atacante Cristiane declarou que não defenderá mais o país. Dispensada do cargo na última sexta-feira (22), a técnica tinha o apoio das jogadoras apesar da má fase vivida, mas não o respaldo do coordenador Marco Aurélio Cunha.

A atacante de 32 anos defende atualmente o Changchun Yatai, da China, após uma passagem pelo PSG. Cristiane explicou sua decisão em uma série de vídeos publicados no Instagram.

"Eu não vejo outra alternativa por conta dos acontecimentos, e por conta coisas que eu já não tenho mais forças para aguentar. Aguentei por 17 anos, mas não tenho mais", afirmou Cristiane. "Hoje se encerra meu ciclo na seleção brasileira."

A volante Fran também anunciou que não joga mais pela seleção brasileira.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos