Sem Jô no Mineirão, Corinthians se mobiliza para resgatar Kazim

José Edgar de Matos

Do UOL, em São Paulo (SP)

  • Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

    Criticado depois da partida contra o Atlético-GO, Kazim deve ganhar nova chance

    Criticado depois da partida contra o Atlético-GO, Kazim deve ganhar nova chance

Apenas dois gols em 24 partidas e uma última impressão ruim, deixada na surpreendente derrota por 1 a 0 para o Atlético-GO. Contestado e com números que "jogam contra", o atacante Kazim deve receber nova chance na partida deste domingo contra o Cruzeiro, já que o titular, Jô, sofreu uma contratura muscular. Desde a confirmação da ausência do camisa 7, o clube tratou de se mobilizar pelo turco.

A começar pelo técnico Fábio Carille. Mesmo diante das críticas sobre o substituto de Jô, o técnico não hesitou em trabalhar Kazim com os titulares. O camisa 18 participou de toda a atividade na formação ideal, procurou o jogo e recebeu incentivos constantes dos companheiros.

A confiança demonstrada de Carille serve como um alento para Kazim e a chance de um resgate do próprio atleta a partir do jogo no Mineirão. Atualmente, o cenário é desfavorável para o "Gringo da Favela", alvo de brincadeiras na internet após confirmada a lesão de Jô - o camisa 18 virou Trending Topic do Brasil no Twitter.

O Corinthians procura um novo centroavante para a próxima temporada, e o turco, que possui contrato até o fim do ano que vem, ainda não justificou o investimento. Assim, com a promoção ao time titular sem qualquer hesitação do treinador, Kazim ganha nova oportunidade para reaparecer dentro do clube alvinegro.

Além do apoio tácito de Carille, Kazim também recebeu elogios do zagueiro Balbuena, um dos líderes do elenco. Levado para a entrevista coletiva, ele precisou responder três perguntas sobre o turco, e a palavra "apoio" surgiu como principal termo.

"Não só o Kazim, mas todo mundo que entra a gente tem plena confiança no trabalho e não nos preocupamos. É apoiar ele para ajudá-lo a fazer um bom trabalho", afirmou Balbuena.

O apoio citado pelo zagueiro paraguaio se julga necessário. Na última oportunidade como titular, Kazim recebeu críticas e saiu abatido da Arena Corinthians. O turco virou um "símbolo" do surpreendente revés para os goianos, que brigam contra o rebaixamento praticamente desde o início do Campeonato Brasileiro.

O atacante, que chegou até a se desculpar com a torcida publicamente no jogo do último dia 26 de agosto, agora terá nova oportunidade para justificar o investimento feito pelo Corinthians na temporada. Apoio dentro do clube, tanto internamente quando publicamente, o "Gringo da Favela" já tem.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos