"Vamos dar tudo", diz Mena sobre decisões para o Chile nas Eliminatórias

Do UOL, em Recife

  • Matthew Lewis/Getty Images

    Mena em ação pelo Chile em partida contra a Austrália

    Mena em ação pelo Chile em partida contra a Austrália

Apenas na sexta posição das Eliminatórias Sul-Americanas, o Chile estaria hoje fora da Copa da Rússia. A duas rodadas do fim da competição, os atuais campeões da América decidirão seu destino contra Equador, no dia 5 de outubro, e ante o Brasil, no dia 10.

Convocado para a rodada decisiva, o lateral esquerdo chileno do Sport, Mena, afirmou que os atletas darão o máximo para evitar o que seria uma grande decepção para a geração mais vitoriosa da seleção nacional.

"Estou muito contente pela nova convocação e de representar o meu país. Teremos dois jogos importantes para nos classificarmos novamente numa Copa do Mundo. Vamos dar tudo para conseguir a classificação", disse Mena ao site do Sport, onde está desde março.

"Vai ser muito importante para nós. Primeiro um jogo em casa, com um rival direto que está na briga para entrar no grupo dos cinco que vão para a Copa, e depois contra o Brasil, que todos sabem que é muito forte. Os dois jogos serão difíceis, mas vamos lutar para fazer da melhor maneira possível", acrescentou.

Como o lateral esquerdo titular do Chile, Beausejour, está suspenso contra o Equador, é possível que Mena comece atuando na primeira das duas partidas decisivas nas Eliminatórias. A seleção tem 24 pontos, um a menos que a Argentina, que ocupa a quinta posição e hoje estaria classificada para a repescagem.

Titular do treinador Vanderlei Luxemburgo, ora na lateral ora na ponta esquerda, ele desfalcará o Sport contra o São Paulo, no próximo domingo, às 16h no Morumbi.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos