Candidato da situação vence eleição e será o sucessor de Gilvan no Cruzeiro

Enrico Bruno

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Jaci Silveira/Cruzeiro

    Candidato da situação venceu eleição e será o presidente do Cruzeiro de 2018 a 2020

    Candidato da situação venceu eleição e será o presidente do Cruzeiro de 2018 a 2020

Membros do conselho deliberativo do Cruzeiro elegeram o novo presidente para o próximo triênio. A partir de janeiro de 2018 até dezembro 2020, a entidade será comandada por Wagner Pires de Sá. O candidato da situação levou 235 votos e superou Sérgio Santos Rodrigues, da oposição, que teve 200.

O resultado foi oficializado nesta noite de segunda-feira após uma votação que começou às 15h e terminou às 20h30. Dos 465 conselheiros aptos a votar, 442 foram homologados no salão nobre do ginásio do Barro Preto.

"Boa noite, amigos, conselheiros, mesa apuradora e a todos que contribuíram para minha vitória. Tenho medo de falar nomes, pois são muitos. O que posso falar com vocês é que o Cruzeiro é um só. Amanhã nós todos, da Chapa União e da Chapa Tríplice Coroa, estaremos juntos. O que desejamos é o engrandecimento dessa grande nação de cruzeirenses, de 9 milhões de torcedores. Eles podem precisar de mim, mas vou precisar mais de vocês conselheiros, associados e torcedores. Espero que estejam todos comigo. Vocês me deram a presidência, agora espero que me deem os conselhos. Obrigado", comentou o presidente eleito, em breves palavras após a vitória.

Representando a Chapa União, Wagner Antônio Pires de Sá contou com o apoio do atual presidente Gilvan de Pinho Tavares. Aos 76 anos, o empresário já foi diretor de planejamento do clube no final dos anos 80 e fez parte do conselho fiscal durante as gestões dos irmãos Alvimar e Zezé Perrella, entre as décadas de 90 e 2000. Wagner forma a chapa com Hermínio Lemos (1º vice-presidente) e Ronaldo Granata (2º vice-presidente).

Candidato da oposição, Sérgio Rodrigues representou a Chapa Tríplice Coroa e tem 35 anos. É advogado e trabalha oficialmente no Cruzeiro desde 2009. Já foi superintendente de gestão estratégica, de negócios internacionais e assessor jurídico da presidência e superintendente do futebol profissional, seu último cargo. O ex-presidente e atual senador da república, Zezé Perrella, chegou a se candidatar para a disputa das eleições, mas retirou sua candidatura depois de ter seu nome envolvido nos desdobramentos da operação Lava Jato. Após a desistência, Perrella declarou seu apoio a Sérgio Rodrigues. Essa foi a primeira derrota de Perrella em eleições do Cruzeiro.

A posse do novo presidente será realizada às 10h30 no salão nobre no ginásio do Barro Preto, no dia 31 de dezembro, véspera de ano novo e a dois dias do aniversário de 97 anos do clube.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos