Martinuccio diz que Chapecoense não é a mesma e que sonha com ex-colegas

Do UOL, em São Paulo

  • Reprodução

Agora como jogador do Nueva Chicago, da Argentina, Alejandro Martinuccio relembrou de sua passagem pela Chapecoense. O jogador só não estava na tragédia com o avião da equipe catarinense em novembro de 2016 porque estava se recuperando de lesão. Em entrevista ao jornal Clarín, o atleta falou que "a Chape não é mais a mesma".

Martinuccio deixou a Chapecoense em março de 2017 e disse que não reconhece mais o clube catarinense.

"Não deve ser fácil começar o clube de novo do zero. Não se seguiu com a mesma linha que nos levou à final e aos primeiros colocados na tabela e a ser um clube muito bem organizado. Quem vê de fora nunca vai entender as coisas que começaram a acontecer lá dentro", disse ressaltando.

"A gente já não vê mais a Chapecoense. Ganhando ou perdendo é igual", comentou.

O jogador argentino ainda contou que sonha com os jogadores que morreram na tragédia.

"Eu sonho com meus companheiros. Sonho e penso em como seria a vida dos meus filhos, da minha mulher sem mim. Em como teria ficado os meus pais se eu tivesse subido naquele avião. Passa muito na cabeça, imaginar a vida das pessoas que você convive sem você. Eu vivia perto do estádio. Então aqui é mais fácil, por ficar mais perto da minha família e dos meus amigos", relatou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos