Presidente da Fifa diz que o futebol "é o que é hoje" graças à Argentina

Do UOL, em São Paulo

  • Juan Mabromata/AFP

    Infantino, chefe da Fifa, cumprimenta o presidente argentino da AFA, Claudio Tapia

    Infantino, chefe da Fifa, cumprimenta o presidente argentino da AFA, Claudio Tapia

O suíço Gianni Infantino passou a quarta-feira (04) em Buenos Aires e não economizou nos elogios à Argentina. Para o presidente da Fifa, o país é responsável pela grandeza do esporte e tem "força e paixão" suficientes para que a seleção retome sua força.

"Não é só uma honra e um prazer estar aqui na Argentina, mas também é uma emoção estar em uma cidade que já escreveu muitíssimas das páginas mais emocionantes da lenda e do mito que é o futebol. Graças à Argentina, o futebol é o que é hoje", destacou o mandatário.

Na cidade portenha, Infantino se reuniu com os presidentes da Argentina, Mauricio Macri, do Uruguai, Tabaré Vázquez, e do Paraguai, Horacio Cartes. A pauta foi a candidatura conjunta dos três países como sedes da Copa do Mundo de 2030.

"A Argentina, infelizmente, tem se saído um pouco mal no ponto de vista administrativo, assim como outras confederações e como a própria Fifa", disse o presidente. "Mas há força e paixão para trabalhar com seriedade para o desenvolvimento do futebol", encerrou o suíço.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos