Site: time se irrita com imbróglio de Romarinho no Qatar e ameaça ir à Fifa

Do UOL, em São Paulo

  • Nezar Balout/AFP

As primeiras informações publicadas pela imprensa do Oriente Médio no início da tarde desta quarta-feira (04) diziam que Romarinho teria sido detido no aeroporto de Doha, no Qatar. O Al-Jazira, clube do atacante nos Emirados Árabes, ameaça procurar a Fifa se a situação não for resolvida com as autoridades nas próximas 24 horas.

"Ele foi ao Qatar ontem (terça-feira) com uma licença de um dia e foi parado no aeroporto, mas nós não sabemos o motivo. Nós demos às autoridades locais 24 horas para resolver essa questão. Caso contrário, iremos ao alto escalão da Fifa", ameaçou uma fonte anônima ligada ao clube ao portal Sport 360, especializado no noticiário esportivo dos Emirados Árabes.

A assessoria de Romarinho afirmou que não há qualquer informação sobre o caso, mas o UOL Esporte não conseguiu contato direto com o atacante. O ex-jogador do Corinthians está no clube desde agosto de 2017, quando deixou o antigo Al Jaish, do Qatar, que agora se chama Al Duhail. O técnico do Al Jazira ainda não sabia da ausência do brasileiro até se apresentar ao clube para o treinamento desta quarta.

"Mesmo se ele pegar um avião agora e voar para cá, ainda perderia dois dias de treinamento. Isso deve ter mexido com o emocional desse rapaz. Você consegue imaginar o que é estar preso em um lugar e não poder sair? Mexe com o emocional", disse o treinador Henk Ten Cate.

Em junho deste ano, os aliados da Arábia Saudita romperam relações diplomáticas com o Qatar sob a acusação de que o país estaria apoiando o "terrorismo". A lista contempla Emirados Árabes Unidos, Bahrein, Egito e Iêmen. A decisão iniciou uma grave crise diplomática no Oriente Médio e foi tratada como "injustificável" pelo Qatar.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos