Tite elogia agressividade da seleção, mas lamenta empate: "chateado"

Dassler Marques

Do UOL, em La Paz (Bolívia)

Tite ficou chateado com o empate por 0 a 0 com a Bolívia nesta quinta-feira (5), em La Paz. Ainda assim, o treinador estava relativamente satisfeito com o desempenho da seleção brasileira no penúltimo jogo das Eliminatórias.

Ainda que soe meio contraditório os dois tipos de análise, o técnico do Brasil explicou o que achou do jogo. "Feliz pelo desempenho, chateado pelo resultado, mas reconhecendo a Bolívia como um grau de dificuldade muito grande", disse.

"Jogar aqui em La Paz, contra a qualidade da equipe da Bolívia é muito difícil. Estrategicamente, eu fiquei muito feliz porque a equipe teve posse de bola no último terço do campo, foi vertical e agressiva. Mas também volto a ressaltar essa grande atuação", analisou Tite.

O treinador não poupou palavras para elogiar os donos da casa e mandou um recado para a torcida local.

"Se vocês pegarem o vídeo, teve uma hora que eu virei para arquibancada e aplaudi. Vocês têm que sentir orgulho da seleção boliviana e do goleiro de vocês. Do outro lado tem a qualidade defensiva e a qualidade do goleiro também", avaliou.

"Escola Telê Santana"

Romântico, como ele mesmo se definiu, Tite também fez muitos elogios aos seus comandados, apesar do tropeço.

"Talvez eu seja um pouquinho romântico, sei lá. A gente busca, como ideia, vencer e jogar de forma agressiva e bonita. Cada um tem a sua escola, eu sou da escola do Telê Santana. Vou colocar dessa forma. A equipe traduziu, pena que não pode concluir. Mas também tem o aspecto de solidez. Ela foi criativa, vertical no último terço, sem ficar desguarnecida. Ela teve esse outro lado também", ressaltou.

Por fim, mesmo com o 0 a 0, viu um saldo positivo e uma equipe cada vez mais consolidada de olho na Copa do Mundo do próximo ano.

"Eu tenho muito orgulho de faze parte dessa equipe. Eu não sou o cara de frases que vão dar mídia para vocês, sou muito criterioso. Não sou o cara da manchete, mas sou um cara muito franco no que falo. Tenho muito orgulho da equipe toda de trabalho. Como o Edu fala, é tanque de guerra. Qualquer que seja a adversidade, não temos que ficar lamentando, e sim encontrar formas para jogar bem e poder vencer. Hoje, jogou bem e não venceu. Precisa vencer? Sim, ninguém está fugindo, mas essa equipe de trabalho toda está se consolidando cada vez mais", encerrou Tite.

 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos