Mano pensa em deixar Cruzeiro, mas ouvirá diretoria na volta a BH

Enrico Bruno e Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Thomás Santos/AGIF

    Vai ou fica? Por lealdade à antiga direção, Mano cogita seriamente em deixar o Cruzeiro

    Vai ou fica? Por lealdade à antiga direção, Mano cogita seriamente em deixar o Cruzeiro

A permanência de Mano Menezes no Cruzeiro está em xeque. As constantes mudanças na diretoria do clube fazem técnico e estafe reconsiderarem a sequência na Toca da Raposa II em 2018. Neste momento, o treinador está em São Paulo se recuperando de um tratamento na pele. Seu retorno estava previsto para a próxima segunda-feira, mas o comandante ganhou mais alguns dias de folga e só voltará a Belo Horizonte na quinta. Somente em solo mineiro ele terá uma conversa decisiva com a nova diretoria para definir se fica ou se deixa o clube.

O presidente eleito Wagner Pires pretende manter o técnico que faturou o pentacampeonato da Copa do Brasil. Contudo, as trocas no departamento de futebol deixaram o treinador reticente quanto à renovação com os mineiros. Primeiro, Bruno Vicintin anunciou sua saída. Na manhã desta sexta-feira, foi a vez de Tinga comunicar que não ficará em 2018. Os dois diretores profissionais tinham a confiança de Mano, assim como Gilvan, que está em seus últimos meses de clube e que também já rompeu com o futuro presidente. Apesar da possibilidade real de deixar o cargo em lealdade aos amigos, a decisão de Mano ainda não foi tomada. Segundo seu auxiliar Sidinei Lobo, tudo se resolverá na semana que vem.

"O Mano vai conversar com vocês a partir da semana que vem. Certamente ele ouvirá a direção do Cruzeiro. É um profissional que merece todo respeito, tem a questão da ética, isso é o mínimo que se pode esperar (conversar com a diretoria). Ele ouvirá a direção para decidir sobre a continuidade. O contrato dele termina no final do ano, estão tendo especulações, mas ele é um profissional ético e com certeza vai saber se portar para decidir isso com a direção", comentou Sidinei Lobo, citando ainda as especulações que começam a surgir sobre o futuro do comandante, como os rumores de que ele poderia se transferir para o Palmeiras.

Enquanto aguarda por Mano, Wagner Pires e Itair Machado já começaram os trabalhos para tentar convencer o treinador a ficar. O primeiro contato foi com o próprio Sidinei Lobo, que admitiu ter recebido a ligação do novo gestor, mas que pediu paciência até que Mano retorne da capital paulista.

"Ele me ligou querendo saber sobre o desejo de permanecer no Cruzeiro. E disse que o Mano irá retornar às atividades e vai decidir, mas que ele irá ouvir o que a direção tem a dizer e tomar sua decisão. Isso é uma coisa que será discutir quando ele estiver presente, ele ouvirá o Cruzeiro", acrescentou.

Por enquanto, Sidinei segue o responsável pelos treinamentos dos jogadores na Toca da Raposa e estará na beira do gramado na partida deste sábado, contra a Ponte Preta, e também diante do Grêmio, no dia 11, um dia antes do retorno do treinador.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos