Milton Mendes se desculpa com Atlético após gafe e correção de Galvão Bueno

Napoleão de Almeida

Colaboração para o UOL

  • Gustavo Oliveira/Site Oficial do Atlético-PR

    Milton Mendes levou bronca de Galvão Bueno ao diminuir o Atlético

    Milton Mendes levou bronca de Galvão Bueno ao diminuir o Atlético

O técnico Milton Mendes pediu desculpas publicamente ao Atlético Paranaense, aos atleticanos e ao (agora licenciado) presidente Mario Celso Petraglia pela gafe cometida no programa "Bem, Amigos", comandando por Galvão Bueno, no SporTV na última segunda-feira (02). Mendes escreveu uma mensagem em seu Instagram e enviou a alguns veículos de imprensa na tentativa de se retratar.

Na ocasião, o ex-técnico atleticano diminuiu a própria passagem pelo Furacão, de quebra ignorando que também trabalhou no Paraná Clube: "O Vasco foi meu primeiro clube grande no Brasil. Eu tô há três anos no Brasil, graças a Deus, eu estive na Ferroviária, ganhamos um título, eu estive no Paraná Clube, não, no Paraná não, no Atlético Paranaense, pegamos o time na segunda divisão..." quando foi interrompido por Galvão Bueno: "Deixa eu discordar, o Atlético Paranaense é um grande clube do futebol brasileiro, campeão brasileiro."

Na postagem, Mendes diz: "Revendo o programa Bem, Amigos vi que me equivoquei nas palavras em relação ao grande Clube Atlético PR (sic), querendo dizer (indo para Segunda divisão/ Torneio da morte) disse na '2ª divisão'. Quero através do meu Instagram pedir desculpas públicas ao Presidente Mario Celso Petraglia, que me deu a oportunidade de trabalhar na série A do Brasileiro e o atual Presidente Salin (sic), a todos os jogadores, diretores, funcionários e a toda Torcida. Não esqueço os excelentes momentos que passamos Juntos com muita raça e Paixão. Quero de coração dizer que sinto muito o lapso cometido no programa. MM".

Milton Mendes chegou ao Brasil como treinador, depois de passagens por Portugal e Catar, para treinar o Paraná Clube em 2014. Logo acabou indo para a Ferroviária-SP e depois para o Atlético, clube pelo qual comandou a equipe em 33 jogos em 2015. Ao sair do Furacão, foi para o Santa Cruz e depois ao Vasco, do qual foi demitido recentemente.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos