Piqué é substituído pela Espanha sob aplausos e vaias e não enfrenta Israel

Do UOL, em São Paulo

  • Jose Jordan/AFP

A fervorosa manifestação de Piqué a favor da independência da Catalunha gerava curiosidade: como a torcida espanhola se comportaria quando o zagueiro voltasse a defender a seleção? A resposta veio nesta sexta-feira (6): o povo valenciano de Alicante, onde a Espanha venceu a Albânia por 3 a 0, pareceu dividido sobre o jogador, que foi substituído aos 14 do segundo tempo por Nacho Fernández.

A saída do atleta dividiu os torcedores entre sonoros aplausos e vaias, que já o perseguiam desde o apito inicial. Isso parece ter mexido um pouco com a cabeça do craque do Barcelona, que errou algumas vezes na saída de bola e quase comprometeu o sossego da Espanha. Por sorte, o modesto time da Albânia não conseguiu ser efetivo nos lances que ganhou de presente de Piqué.

Para piorar o que já estava complicado, o zagueiro ainda segurou o adversário Sadiku e recebeu cartão amarelo. A punição o deixa de fora da última rodada das Eliminatórias Europeias, a ser disputada contra Israel na segunda-feira (9).

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos