Antes de jogo, México ovaciona cadela Frida que salvou vidas em terremoto

Do UOL, em São Paulo

Já classificado, o México venceu por 3 a 1 Trinidad e Tobago pelas eliminatórias ao Mundial da Rússia na noite de sexta-feira (6), mas o que chamou a atenção foram as emotivas homenagens aos 369 mortos no terremoto do dia 19 de setembro e aos resgatistas que conseguiram ajudar os sobreviventes.

YURI CORTEZ/AFP

Entre eles estava a cadela Frida, uma labradora da Marinha que salvou dezenas de pessoas dos escombros do terremoto, que atingiu 7,1 graus e deixou um rastro de destruição na Cidade do México.

Vestida com seu uniforme de trabalho – óculos de proteção e calçado para as patas – Frida foi ovacionado pela torcida no estádio da cidade de San Luis de Potosí, que gritou em coro "olé, olé, olé, Frida, Frida..."

A cadela se tornou famosa nacionalmente por suas ações salvadoras nas horas imediatamente após a tragédia. Além dela, foram homenageados funcionários de órgãos de resgate do estado e da sociedade civil, como a Cruz Vermelha.

Perfilados os jogadores mexicanos e a torcida, fizeram um emocionante minuto de silêncio com os punhos cerrados e levantados ao alto em lembrança aos mortos.

No jogo, o México venceu Trinidad e Tobago por 3 a 1, com gols de Lozano, Hernandez e Herrera depois que os caribenhos abriram o placar com Winchester.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos