Guerrero marca, e Peru vai à repescagem; Uruguai e Colômbia se classificam

Do UOL, em São Paulo

  • ERNESTO BENAVIDES/AFP

    Guerrero fez o gol que deu vida aos peruanos

    Guerrero fez o gol que deu vida aos peruanos

Com gol de Paolo Guerrero, o Peru empatou por 1 a 1 com a Colômbia em Lima, em duelo direto por um lugar na Copa do Mundo de 2018. O resultado confirmou a classificação dos visitantes e mandou os donos da casa para a repescagem. A noite de terça-feira teve ainda a ratificação da vaga do Uruguai e a eliminação do Paraguai.

Depois de um primeiro tempo sonolento no Estádio Nacional, James Rodríguez bateu no canto aos 10 minutos da etapa final e abriu o placar para a seleção quinta colocada no Mundial do Brasil. A derrota eliminaria os peruanos, mas Guerrero, aos 30, cobrou falta com precisão e venceu Ospina - os visitantes reclamaram que o tento foi irregular por ser tiro livre indireto, mas o próprio goleiro tocou na bola antes de ela entrar.

O empate deixou a Colômbia em quarto lugar das Eliminatórias, com 27 pontos, um a mais que o Peru, que, com a quinta colocação, disputará em novembro uma vaga na Copa do Mundo contra a Nova Zelândia, campeã do qualificatório da Oceania.

Em Montevidéu, gols contra e virada

AP Photo/Matilde Campodonico

No Estádio Centenário lotado, o Uruguai confirmou sua classificação para a Copa do Mundo e a segunda posição no qualificatório ao superar a Bolívia por 4 a 2 de virada.

Com a dupla Suárez e Cavani e o cruzeirense De Arrascaeta entre os titulares, a seleção celeste entrou em campo sabendo que só uma derrota para a vice-lanterna aliada a uma improvável combinação de resultados a levaria para a repescagem.

O improvável até ocorreu aos 23 minutos do primeiro tempo, quando Godin foi afastar a bola e carimbou o companheiro Gastón Silva. A bola acabou morrendo no fundo das redes.

No entanto, o Uruguai tratou de reagir e garantir a festa em Montevidéu ainda na etapa inicial. Cáceres, desviando chute cruzado na área aos 39, e Cavani, de cabeça aos 43, viraram a partida – o parceiro de Neymar no PSG fechou as Eliminatórias no topo da artilharia, com dez gols

No segundo tempo o show foi de Suárez, que anotou aos 14 minutos, tocando na saída do goleiro, e aos 30, em chute cruzado. Godín, em outro gol contra, ainda descontou para os bolivianos aos 33.

Com o resultado, a seleção celeste fecha o qualificatório com 31 pontos, a dez do Brasil. A Bolívia ficou em penúltimo, com 14.

Vexame paraguaio em Assunción

Jorge Saenz/AP

Com os resultados da rodada, bastava ao Paraguai vencer a lanterna Venezuela no Estádio Defensores del Chaco abarrotado em Assunción para ir à repescagem no lugar do Peru. Mas a equipe da casa foi surpreendida e derrotada por 1 a 0.

Com o atacante corintiano Romero entre os titulares, os paraguaios tentaram pressionar o jogo inteiro, mas se mostraram desorganizados e chegaram a ser ameaçados em muitos momentos pela pior seleção do qualificatório.

O desespero aumentou na reta final da partida com a insistência do zero no placar. Mas quem marcou foi a Venezuela, com Herrera, aos 39 do segundo tempo, após ótima jogada de Otero, do Atlético-MG. 

Com o resultado, a equipe do técnico Francisco Arce termina as Eliminatórias na sétima colocação, com 24 pontos. Os venezuelanos somaram 12.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos