Herói do Egito tem apelido de "Messi egípcio" e já decepcionou Mourinho

Do UOL, em São Paulo

A classificação do Egito para uma Copa do Mundo depois de 28 anos teve Mohamed Salah como herói. Diante do Congo, o jogador do Liverpool foi o responsável pelos dois gols da vitória por 2 a 1, sendo um deles nos últimos minutos do duelo.

O feito coroa a carreira de um jogador que sempre foi tratado como grande aposta do futebol egípcio. Antes de ser conhecido mundialmente, Salah já convivia com o apelido de "Messi egípcio". "Se ele continuar desse jeito, vai se tornar um dos melhores jogadores do mundo", previu o técnico do Egito, Héctor Cúper, no início deste ano.

AP Photo/Nariman El-Mofty
Salah é ovacionado depois de marcar o gol que classificou o Egito para a Copa do Mundo

Aos 25 anos, Salah vive o momento mais sólido de sua carreira. Depois de dois anos de destaque com a camisa da Roma, o egípcio foi contratado pelo Liverpool por 42 milhões de euros. Surgia ali, uma nova chance de dar certo no Campeonato Inglês.

A primeira passagem de Salah pela Inglaterra aconteceu em 2014 como uma aposta de José Mourinho, na época técnico do Chelsea. "Fomos atrás de um jovem jogador, canhoto e rápido. Salah é o típico jogador que ocupa os espaços e aparece entre os adversários. Então acho que foi uma boa escolha", disse o português na época.

AFP PHOTO / ADRIAN DENNIS

Os 15 milhões de euros desembolsados para tirar o egípcio do Basel, contudo, não trouxeram resultados dentro de campo. Nas duas temporadas em que esteve no clube inglês, Salah participou de apenas 19 jogos e marcou dois gols.

"Foi um dos momentos-chave da minha carreira. Era jovem e de repente estava trabalhando com o melhor técnico do mundo (Mourinho). Mas não joguei muito, não estava feliz. Queria mostrar do que era capaz, mas não tive muitas oportunidades", afirmou Salah à "France Football" no início deste ano.

Fora do Chelsea, a carreira de Salah decolou. Emprestado para a Fiorentina, o atacante foi fundamental na temporada 2014/15, quando a equipe italiana alcançou as semifinais da Copa Itália e da Liga Europa.

Na Roma, Salah foi ainda melhor. Em seu primeiro ano, ainda emprestado pelo Chelsea, o egípcio foi nomeado o "Jogador da Temporada", depois de terminar com 15 gols e seis assistências no Campeonato Italiano. As atuações fizeram com que a Roma desembolsasse 15 milhões de euros para contratá-lo em definitivo.

A volta para o Campeonato Inglês já tem sido melhor do que o período no Chelsea. Em apenas 12 jogos com a camisa do Liverpool, Salah já marcou sete gols. As atuações do egípcio têm justificado os 42 milhões de euros desembolsados para contratá-lo.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos