Pode ir com a camisa do Chile? Saiba tudo sobre como ir ao jogo da seleção

Danilo Lavieri e Dassler Marques

Do UOL, em São Paulo

A seleção joga contra o Chile nesta terça, no Allianz Parque, às 20h30, pelo encerramento das Eliminatórias, e o torcedor que for ao estádio terá de lidar com mais regras do que o normal em uma partida do Brasil. Preocupada com a violência, a Polícia Militar orienta, desde semana passada, que camisas do Chile devem ser usadas somente no setor reservado à torcida visitante.

A tática é incomum em jogos de seleção, que, tradicionalmente, por envolverem rivalidades menores, costumam reunie fãs dos dois times em todos os setores do estádio. A ideia da Polícia Militar, no entanto, é fazer jogo-duro apenas com os chilenos. Para brasileiros que trajem camisas do time rival, a tolerância será maior.

A avaliação dos policiais, aliás, é que muitos torcedores mandantes irão torcer pelo Chile. "Esse é o clima, porque poderia deixar a Argentina fora da Copa", disse ao UOL Esporte o coronel Gonzaga, que participa da operação do jogo.

A Polícia também pretende repetir, no jogo da seleção, uma proteção especial ao estádio. Assim como acontece em dias de jogos do Palmeiras, as imediações do portão A, que fica na rua Palestra Itália, serão cercadas pelos policiais.

Grades serão colocadas para que apenas torcedores com ingresso acessem a região do Allianz Parque. A decisão busca diminuir o número de incidentes como roubos e furtos, além do comércio ambulante.

Quase 40 mil ingressos já foram vendidos e as bilheterias seguem vendendo entradas para a partida que não vale nada para o Brasil na classificação, mas pode ser a última oportunidade para o torcedor ver a equipe em São Paulo antes da Copa.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos