Robinho aceita negociar volta ao Santos, mas recusa participar de política

Samir Carvalho

Do UOL, em Santos (SP)

  • ROBSON VILELA/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

    Robinho não abriu negociações com o Santos, mas estafe levará proposta se chegar

    Robinho não abriu negociações com o Santos, mas estafe levará proposta se chegar

O atacante Robinho, hoje no Atlético-MG, é um dos sonhos de consumo do Santos para a próxima temporada. O ídolo santista não iniciou nenhuma negociação com o time paulista, já que possui contrato com o clube mineiro até dezembro deste ano. O estafe de Robinho, no entanto, promete ouvir e levar as propostas que chegarem ao jogador. Até o momento não houve nenhuma oferta oficial ao atleta. 

O sonho de ver Robinho com a camisa do Santos não se limita apenas ao presidente Modesto Roma. Em dezembro, o dirigente concorre à reeleição no clube e já avisou que o atacante interessa para 2018.

Candidatos da oposição, entretanto, também querem ver Robinho no Santos na próxima temporada. Alguns deles, inclusive, até entraram em contato com o jogador por intermédio de ex-atletas do Alvinegro praiano, tentando uma espécie de apoio nas eleições.

Robinho rejeitou se envolver com qualquer candidato a presidente no Santos, apesar de conhecer a maioria deles. O estafe do jogador é enfático ao dizer, nos bastidores, de que não deve deve haver um envolvimento politico por parte do atleta.

O candidato mais próximo a Robinho é o atual presidente Modesto Roma. O dirigente possui ótimo relacionamento com a agente do jogador, a advogada Marisa Alija. Além disso, o atleta é amigo do ex-presidente do Santos, Marcelo Teixeira, que apoiará Modesto nas eleições.

Mesmo assim, Robinho rejeitaria qualquer convite de apoio a Modesto Roma, caso fosse convidado pela cúpula do atual presidente santista. Os candidatos José Carlos Peres e Orlando Rollo, da chapa "Somos todos Santos", alegam que o Robinho é extremamente identificado com o clube e que qualquer santista gostaria de vê-lo vestir a camisa do time novamente. No entanto, o grupo prefere não se manifestar publicamente no momento.

Andres Rueda, outro candidato da oposição, também é favorável à contratação, desde que ela esteja dentro do teto salarial alvinegro. O empresário diz ter ficado particularmente impressionado com a maneira que Robinho lidou com a questão do dinheiro que o Santos lhe deve. Em vez de ir à Justiça ou atacar o clube publicamente, o atacante tentou um acordo com a diretoria. 

Em relação ao seu retorno ao Santos em 2018, Robinho não foi procurado, mas o Santos já sabe o quanto está disposto a investir para contratá-lo. A atual diretoria santista aceita pagar R$ 300 mil mensais ao ídolo, readequando os ganhos do atacante com a nova realidade do futebol brasileiro.

Para isso, Robinho precisará ceder. Após a primeira passagem, de 2002 a 2005, o camisa 7 retornou duas vezes ao clube enquanto atuava no futebol europeu, em 2010 e de 2014 a 2015. Em ambas, teve ganhos próximos a R$ 1 milhão mensais.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos