Cruzeiro pode perder até 10 mandos por incidente em final da Copa do Brasil

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Gilvan de Souza/ Flamengo

    Márcio Tannure, médico do Flamengo, foi atingido por um objeto na final da Copa do Brasil

    Márcio Tannure, médico do Flamengo, foi atingido por um objeto na final da Copa do Brasil

A Terceira Comissão Disciplinar do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) julgará o Cruzeiro por um incidente ocorrido na final da Copa do Brasil. Os mineiros podem perder até 10 mandos de campo por um arremesso de objeto ao término do jogo contra o Flamengo.

Márcio Tannure, médico do Rubro-Negro Carioca, foi atingido por um instrumento não identificado na ocasião. A Raposa será julgada pelo fato na próxima quarta-feira (18), às 14h30 (de Brasília).

A equipe foi enquadrada no artigo 213, inciso III, parágrafo 1º do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD).

O trecho do regulamento diz que o time pode receber multa entre R$ 100 e R$ 100 mil e perder até 10 mandos de campo se "deixar de tomar providências capazes de prevenir e reprimir lançamento de objetos no campo de jogo".

O fato foi confirmado pelo árbitro Luiz Flávio de Oliveira (SP) na súmula do confronto. "Ao término das disputas desde o ponto penal, fui informado pelo quarto árbitro Miguel Cataneo Ribeiro da Costa, que um objeto não identificado vindo da torcida da equipe do Cruzeiro E.C. atingiu a cabeça do Sr. Márcio A. Tannure, médico da equipe do C.R.Flamengo, causando sangramento".

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos