Meia pivô de polêmica na base do Corinthians assina com Inter por um ano

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

  • Divulgação

    Meia pivô de polêmica na base do Corinthians assinou com o Inter por um ano

    Meia pivô de polêmica na base do Corinthians assinou com o Inter por um ano

O Internacional finalizou a contratação do meia-atacante Alysson Mota, de 17 anos. O jogador assinou contrato de empréstimo por um ano com cláusula de renovação e será integrado ao time Sub-23 do Colorado. Promessa da base do Corinthians, ele foi pivô de um escândalo nos bastidores do Timão. 

A negociação com Mota estava adiantada. Ele chegou a Porto Alegre no fim de julho, conforme informou a reportagem do UOL Esporte. Passou por um período de avaliação, foi aprovado e firmou contrato. 

Mota foi pivô de uma polêmica na base corintiana. Com 15 anos, portanto sem contrato profissional, ele teve direitos econômicos irregularmente vendidos ao empresário Helmut Niki Apaza. O agente americano acusou a direção da base do clube de golpe, e a confusão acabou com a saída do gerente da base, Fábio Barroso.

O caso não parou nisso. Ainda houve agressões físicas ao pai do menino por parte do ex-empresário, acusação de um outro agente envolvido no caso, e uma situação que se arrastou durante meses porque Alyson solicitou, na justiça, a rescisão de contrato com o Corinthians.

No Parque São Jorge, Alyson sempre conviveu com elogios às qualidades e algumas críticas por indisciplinas com colegas e membros da comissão técnica. Neste ano, reintegrado ao sub-17, chegou a fazer três gols no Paulista da categoria, mas deixou o Corinthians pelo fim de seu contrato.

Livre, Alyson passou a atuar pelo Rio Claro no início deste mês, com vínculo até 2020. Marcou quatro gols em oito jogos e agora firmou contrato com Inter. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos