Com namorada brasileira e bom português, goleiro entra na "turma de Neymar"

João Henrique Marques

Do UOL, em Paris

  • Reprodução Instragram

Neymar reúne em casa um grupo com os melhores amigos, os toiss, os jogadores brasileiros do Paris Saint-Germain e o goleiro Kevin Trapp. Sim, o alemão não é um intruso no churrasco organizado pelo camisa 10. Com o domínio da língua portuguesa, ele faz parte da "panela" montada pelos brasileiros no clube.

O evento aconteceu logo na primeira semana de Neymar em sua mansão em Bougival, cidade próxima a Paris. Já era tempo suficiente para a amizade entre o atacante e o goleiro ganhar força por conta do bom relacionamento com os brasileiros Thiago Silva, Marquinhos e Lucas Moura, além do ex-jogador e agora diretor esportivo do PSG, Maxwell.

O relacionamento ganhou força no convívio nos vestiários. Trapp entende as piadas de Neymar e gosta da proximidade com o camisa 10. Em foto postada ao lado do brasileiro no Instagram, o carinho foi retribuído com um comentário de Neymar em português: "Valeu, irmão".

Reprodução Instragram
Trapp com a "panela" brasileira do PSG
A relação de Trapp com o Brasil se dá principalmente por meio da namorada, a top model de fama internacional Izabel Goulart. Os dois estiveram presentes no churrasco de Neymar, assim como Maxwell, Thiago Silva, Marquinhos e as respectivas mulheres.

Para falar português, Trapp jamais fez aulas. Conta que no dia a dia com a namorada, com quem se relaciona quase sempre no idioma inglês, aprendeu a nova língua. Em um encontro com jornalistas brasileiros no Parque dos Príncipes, o estádio do PSG, o nervosismo do início de respostas logo dá lugar a um vocabulário rico.

"Tem muitas palavras diferentes de pronunciar. É uma boa língua, mas bem, bem difícil. Cada dia eu aprendo mais com esse convívio. Mas tenho que dizer: é muito difícil falar português", comentou Trapp.

O relacionamento com Izabel Goulart começou em 2015, pouco depois do goleiro se mudar a Paris para atuar no PSG. Juntos em período de férias já visitaram São Paulo e o Rio de Janeiro.

Gosto demais do relacionamento com brasileiros. E adorei o Brasil. Posso dizer a vocês que é um prazer falar português com eles e minha namorada", destacou.

O histórico de Kevin Trapp

Trapp perdeu a titularidade no PSG recentemente. O francês Areola é novo dono da posição, mas está ciente de que a sombra do alemão é grande. Nesta temporada, ao menos a participação em jogos da Copa da França é esperada.

O goleiro tem 27 anos e está em sua terceira temporada pelo PSG. Antes, defendeu o Kaiserslautern e o Eintracht Frankfurt, ambos da Alemanha. Ele está bem cotado para ser um dos convocados da seleção para a Copa do Mundo da Rússia em 2018. A chance de titularidade, no entanto, é mínima já que Manuel Neuer, do Bayern de Munique, e Marc ter Stegen, do Barcelona, disputam o posto.

"A Alemanha é uma escola de goleiros. Fui convocado em todas as etapas das categorias de base e cresci com ensinamentos internos. Mas normal o alto nível da concorrência por lá. O que me cativa, assim como no PSG, é fazer parte de um grupo forte", destacou Trapp.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos