Filipe Luis relembra quando bebia e elege melhor atacante: "Diego Costa"

Do UOL, em São Paulo

  • Michael Regan/Getty Images

Filipe Luis deu uma entrevista ao jornal espanhol El Mundo, na qual fala de diversos assuntos da carreira. Entre eles, relembra quando era jovem e "bebia demais". Ele também comentou sobre Neymar no PSG, Piqué e disse qual foi o melhor jogador com quem atuou ao lado.

Filipe Luis viu como normal o conflito Neymar x Cavani, mas fez uma observação sobre 'atacantes'.

"Em qualquer profissão se demora a confiar em quem chega, mas é diferente o pensamento de um zagueiro e de um atacante. Se amanhã o Atlético fecha com o Iniesta por 100 milhões de euros, eu vou pensar que "bom, porque ele vai ganhar as partidas pela gente'. Mas os atacantes são mais egoístas do que o normal, o conflito é inevitável, mas solucionável", comentou.

O lateral também destacou que o brasileiro do PSG vale o que o clube francês pagou ao Barcelona, 222 milhões de euros.

"Neymar vale esse dinheiro. É o preço dele. Cada vez que falam para ele que algo é impossível, ele vai lá e conquista. Ele adora desafios. Ele não sente a pressão. Sei que o dinheiro parece loucura, mas é bom que se mostre que um jogador pode ter esse valor. O futebol dá mais dinheiro do que se imagina".

Mas engana-se quem pensa que o melhor jogador com quem Filipe Luis acredita ter jogado é Neymar. Diego Costa é o eleito do lateral.

"Neymar e Hazard são talentos absurdos, mas o que me deu mais títulos foi o Diego Costa. Sempre faz 1 a 0. Uma coisa é fazer 30 gols e goleadas, outra são marcar 30 vezes para ganhar de 1 a 0 e isso o Diego faz", explicou.

"Bebia mais do que devia"

"O que fiz com meu primeiro salário foi comprar um carro. Quando se cresce, se percebe que pode ser como Maradona, que isso acaba para todos e que vale muito se preparar para a vida depois (do futebol). Mas a gente sempre comete os mesmos erros. Eu também tive meus momentos de sair ou beber mais do que devia. Mas o meu pai me devolveu ao caminho", disse o jogador falando que os jogadores de futebol vivem em uma bolha, principalmente os mais jovens, por conta do tanto de dinheiro que ganham trabalhando pouco".

Piqué

"Eu sou fã de Piqué, apesar de não concordar com o que ele fala. Mas ele fala. É uma pessoa que não tem medo de dizer o que pensa, que não se esconde atrás da fama".
 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos