Você lembra a última vez que Gabriel Jesus perdeu um jogo? Faz quase um ano

Caio Carrieri

Colaboração para o UOL, em Manchester (ING)

  • Ben Stansall/AFP Photo

Em excelente fase e adorado por Tite e Josep Guardiola, Gabriel Jesus está muito próximo de completar um ano sem perder em competições oficiais, feito expressivo para um jogador de apenas 20 anos e já titular absoluto da seleção brasileira e do Manchester City.

A vitória por 3 a 0 sobre o Chile, na última terça-feira, no Allianz Parque, pela última rodada das eliminatórias da Copa do Mundo da Rússia, com dois gols do camisa 9, foi o 30o jogo de invencibilidade do atacante. A última vez que saiu de campo com o gosto amargo de um revés foi ainda pelo Palmeiras, em 29 de outubro de 2016, na reta final da campanha do Campeonato Brasileiro do qual terminou campeão e eleito o melhor jogador: 1 a 0 para o Santos, na Vila Belmiro.

"Não lembrava. Faz tempo, hein?", surpreendeu-se ao UOL Esporte, com um sorriso de entusiasmo pelo longo período imbatível.

Desde então, ele defendeu o clube do Palestra Itália por mais quatro partidas, com três vitórias e um empate. Nesta igualdade de 1 a 1 com o Atlético-MG, então concorrente direto pelo título nacional, ele balançou a rede do Estádio Independência e deu mais uma importante contribuição para a conquista.

Protagonista no clube, Gabriel Jesus já ostentava o posto de referência no ataque do Brasil. Na jornada invicta em torneios desde o tropeço na Baixada Santista, atuou mais seis vezes com as cores do país: quatro triunfos, dois placares iguais e três dos sete tentos que o alçaram à artilharia brasileira no caminho para o Mundial, à frente até de Neymar, com seis gols.

No Manchester City desde janeiro deste ano, acumula 20 exibições: 16 vitórias, quatro empates e 12 bolas na rede. Logo no início da trajetória na Inglaterra, um susto: na quinta partida, fraturou o pé direito e teve de passar por cirurgia. Por isso, ficou dois meses e meio no departamento médico. No entanto, voltou em grande forma e segue intocável entre os titulares de Guardiola.

Eddie Keogh/Reuters

Menino exemplar

Além da produção ofensiva, Gabriel Jesus conquistou Pep pelo comportamento irretocável em jogos e atividades no City Football Academy (CFA), o centro de treinamento luxuoso da equipe. O profissionalismo levado à risca por um garoto vivendo a primeira experiência longe de casa rende muitos elogios da comissão técnica, conforme apurou o UOL Esporte.

Outro ponto muito exaltado é a entrega do atacante em prol do coletivo. Característica apresentada na curta, mas meteórica trajetória do brasileiro, a aceitação até mesmo de renunciar as suas qualidades de ataque para contribuir na marcação, por exemplo, enche os olhos do técnico catalão.

"Vou correr e me doar respeitando as decisões do treinador. Sempre fui assim e continuarei fazendo isso".

O camisa 33 está a cinco partidas de atingir 365 dias invicto. Quatro delas são no Etihad: Stoke City (14/10), Napoli-ITA (17), Burnley (21) e Wolverhampton Wanderers (24). O West Bromwich será o último da sequência, dia 28, fora de casa. Até agora Gabriel Jesus saiu vencedor em 23 dos 30 confrontos e marcou 16 gols, média de uma bola no fundo da rede a cada duas vezes que entra em campo.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos