Vasco pode ter urna separada em eleição por suspeita de mensalão de Eurico

Bruno Braz

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • Pedro Ivo Almeida/UOL

    Eleição do Vasco acontecerá na próxima terça-feira (7) em São Januário

    Eleição do Vasco acontecerá na próxima terça-feira (7) em São Januário

Uma ação que corre na Justiça tem tudo para movimentar ainda mais o clima político no Vasco faltando cinco dias para a eleição do clube. É aguardada uma decisão para que cerca de 691 sócios que estão sob suspeita de irregularidades sejam obrigados a votar em urnas separadas com os dados confrontados pelo Ministério Público. O Cruzmaltino ainda não foi notificado, mas mesmo que a sentença seja oficializada, ainda cabe recurso.

O ato jurídico foi feito pela chapa "Mudança com Segurança", do candidato Fernando Horta, e envolve pessoas que se associaram ao Vasco entre novembro e dezembro de 2015. Os opositores acusam tal movimentação de ser uma espécie de "mensalão" da atual diretoria, administrada por Eurico Miranda.

Outras ações correm nos tribunais no sentido de brecar possíveis manobras do cartola. Os departamentos jurídicos de Horta e dos também opositores Julio Brant e Alexandre Campello estão alinhados para isso. 

Em 17 de outubro, o UOL Esporte já havia revelado uma notificação feita pelo presidente do Conselho Fiscal e aliado de Horta, Otto de Carvalho, em relação a cerca de 5 mil sócios no universo de pouco mais de 10 mil aptos a voto no pleito deste ano. As suspeitas giravam em torno de associações em massa em meses específicos, nomes de pessoas já falecidas, cadastros incompletos com falta de CPF's e endereços, entre outras questões. Três dias após a notificação, o Vasco respondeu rebatendo e detalhando cada item.

Além da suspeita de mensalão, a oposição também se movimenta juridicamente para tentar impedir a nomeação de 28 sócios aos títulos de beneméritos e grandes beneméritos. Após bloqueios em duas oportunidades, o clube conseguiu uma decisão judicial favorável na semana passada e realizou a efetivação destas pessoas em ato solene do conselho na última segunda-feira. Os opositores, no entanto, ainda não desistiram do caso.

A eleição do Vasco acontecerá na próxima terça-feira (7) em São Januário e, até o momento, concorrem no pleito Eurico Miranda, que tenta se reeleger, Fernando Horta, Julio Brant (em aliança feita esta semana com o ex-candidato Alexandre Campello) e Antônio Miguel Fernandes.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos