Cruzeiro quer envolver jogadores em negociação com Botafogo por Bruno Silva

Bernardo Gentile e Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte e no Rio de Janeiro

  • Rafael Ribeiro/Framephoto/Estadão Conteúdo

Bruno Silva já tem até um acordo com o Cruzeiro para defender a equipe na próxima temporada, mas seu contrato com o Botafogo vai até o fim de 2018 e tem multa rescisória de R$ 8 milhões – o valor total é de R$ 20 milhões, mas o Alvinegro conta com apenas 40% dos direitos econômicos. Para trocar o Rio de Janeiro por Belo Horizonte, o volante terá de torcer por um acordo entre as diretorias.

A negociação não deve ser fácil porque o Cruzeiro não quer gastar o valor da multa rescisória de Bruno Silva. A alternativa encontrada pela diretoria celeste para contar com o jogador em 2018 é efetuar trocas.

A nova diretoria, chefiada por Wagner Pires de Sá (presidente) e Itair Machado (vice de futebol), estuda uma lista de atletas que pode colocar à disposição de Jair Ventura. Rafael Marques e Bryan não estão nos planos e podem ser facilmente colocados em um acordo com o clube carioca. A cúpula não descarta a inclusão de atletas mais relevantes do plantel, mas aguarda uma manifestação dos cariocas.

O vice de futebol Itair Machado evitou falar sobre a negociação pelo volante de 31 anos: "Ele é um jogador que nos interessa. Já nos sentamos com o Mano e definimos algumas situações. Ainda está em tempo para planejar o próximo ano. Vamos averiguar o melhor momento para realizarmos uma investida certa", disse ao UOL Esporte.

O Botafogo, por sua vez, inicialmente não tem qualquer interesse em negociar Bruno Silva neste momento. Pelo contrário. A diretoria tem como objetivo se reunir com o atleta e renovar o vínculo por mais tempo e um salário maior.

O desejo dos cariocas, porém, pode não se concretizar, já que depende também do jogador. Neste caso, a situação tomaria rumo completamente diferente, com o Alvinegro sem muito poder de barganha e duas opções para escolher.

A primeira é ignorar o interesse do Cruzeiro e fazer Bruno Silva cumprir seu contrato. Neste caso, o Alvinegro contaria com o retorno técnico de um jogador que tinha como principal objetivo defender outra equipe.

A segunda opção é utilizar o volante como moeda de troca. Em situação financeira delicada, o Botafogo poderá, dependendo das negociações, arranjar peças importantes para o elenco da próxima temporada mesmo com a saída do camisa 8. O tempo está passando e uma decisão precisa ser tomada.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos