Ex-goleiro do PSG é suspenso por clube após acusação de agredir namorada

Do UOL, em São Paulo

  • Franck Fife/AFP

    Nicolas Douchez, ex-goleiro do PSG e atualmente no Lens

    Nicolas Douchez, ex-goleiro do PSG e atualmente no Lens

O goleiro Nicolas Douchez, ex-jogador do Paris Saint-Germain, foi suspenso pelo seu atual clube, o Lens, por conta da acusação de violência doméstica à qual está respondendo. Ele foi preso na semana passada, em Paris, após a polícia encontrar sua namorada nua, ensanguentada e com o corpo cheio de hematomas em seu apartamento.

Em nota oficial, o Lens afirmou que iniciou um procedimento disciplinar contra Douchez, de 37 anos, e suspendeu o jogador como "medida preventiva". Ele tem contrato até 2019.

Douchez será ouvido em audiência no dia 9 de novembro. O clube tomará uma "decisão final" sobre o atleta depois do depoimento.

Douchez, segundo o jornal "Le Parisien", estava visivelmente alterado e embriagado quando a polícia chegou ao apartamento e encontrou sua namorada após a agressão. A jovem, de 28 anos, contou aos agentes que a briga tinha começado durante a noite na saída de um restaurante por ciúmes e que o jogador tinha ameaçado "quebrar sua cabeça".

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos