Discreto, Flamengo agenda reunião para entender caso Guerrero

Pedro Ivo Almeida

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • Gilvan de Souza/Flamengo

    Guerrero recebe o apoio do Flamengo. Clube vai ter reunião com empresários e representantes da federação peruana

    Guerrero recebe o apoio do Flamengo. Clube vai ter reunião com empresários e representantes da federação peruana

O Flamengo trabalha nos bastidores para dar o suporte para Paolo Guerrero. Para entender melhor o caso de doping do atacante, o clube agendou uma reunião para a próxima semana com empresários do atleta e a federação peruana. Até agora, a diretoria rubro-negro divulgou um comunicado de apoio ao jogador, apesar de ainda não ter todas as informações sobre situação do artilheiro.

De acordo com a Fifa, Guerrero vai ter de cumprir 30 dias de suspensão preventiva. O jogador testou positivo no exame antidoping na partida entre Peru e a Argentina pelas Eliminatórias da Copa do Mundo. O motivo, de acordo com atleta e federação do Peru, seria o uso de um remédio para a gripe.

Desta maneira, o jogador não poderá defender a seleção do seu país na repescagem para a Copa do Mundo, contra a Nova Zelândia, que será realizada neste mês - dias 11 e 16. De acordo com o regulamento da Fifa, a punição também é válida para o Campeonato Brasileiro e a Copa Sul-Americana, campeonatos que o Flamengo participa nesta temporada.

Ou seja, ele ficará fora de seis jogos do nacional (Grêmio, Cruzeiro, Palmeiras, Coritiba, Corinthians e Santos); e dois do torneio continental (contra o Junior Barranquilla). Se ficar suspenso por 30 dias, Guerrero poderá voltar a jogar em uma eventual final da Copa Sul-Americana e na última rodada do Brasileiro, contra o Vitória. 

Porém ainda não foi divulgada oficialmente qual a substância testada positiva no exame. A federação peruana divulgou um comunicado se solidarizando com o jogador. Já se sabe, no entanto, que a substância encontrada na urina do atacante pertence à classe "S6 estimulante" da lista de proibições da Agência Internacional Antidopin (Wada).

Responsável pela comissão de dopagem da CBF, Fernando Solera tem informações extraoficiais que podem confirmar o uso de um medicamento gripal. "Não tenho informação por parte dele. Agora, é um estimulante, SP6 estimulantes, que aparece na lista da Wada. Ele vai ter tempo suficiente e calma para explicar como apareceu na urina dele. Não se questiona mais se apareceu ou não, mas como apareceu na urina dele. Ele tem a oportunidade de mostrar para comissão disciplinar como apareceu na urina dele. É uma informação factível [ser remédio contra a gripe], há uma série de medicações para gripe com estimulantes", disse Solera à Espn Brasil.

Apurações da reportagem dão conta de que Guerrero e federação peruana alegam o uso de um descongestionante nasal no período pré-jogo em Buenos Aires. Solera informou também que esteve em contato com o Flamengo e já se sabe que a contaminação não partiu do clube carioca.

Na noite desta sexta-feira, o Flamengo emitiu um comunicado oficial confirmando a notificação de doping. Confira:

"O Clube de Regatas do Flamengo tomou conhecimento na noite desta sexta-feira da suspensão provisória de 30 dias imposta pela Comissão Disciplinar da FIFA ao atacante Paolo Guerrero. A decisão está relacionada a suposto caso de doping enquanto o atleta atuava pela seleção peruana nas Eliminatórias da Copa do Mundo. Por conta da suspensão, Guerrero não disputará a partida contra o Grêmio, neste domingo, pelo Campeonato Brasileiro.

Paolo Guerrero sempre teve conduta profissional exemplar no Flamengo e esperamos que toda a questão seja esclarecida o mais rápido possível".

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos