Guerrero é pego no doping; remédio contra gripe seria a causa

Bruno Braz, Pedro Ivo Almeida e Vinicius Castro

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • Marcos Brindicci/Reuters

    Guerrero durante a partida entre Peru e Argentina pelas Eliminatórias

    Guerrero durante a partida entre Peru e Argentina pelas Eliminatórias

O Flamengo e a seleção peruana poderão sofrer um grande baque em seus respectivos elencos. De acordo com a CBF, o atacante Guerrero foi flagrado no exame antidoping na partida entre Peru e a Argentina pelas Eliminatórias da Copa do Mundo. O motivo, de acordo com atleta e federação do Peru, seria o uso de um remédio para a gripe. Procurado pelo UOL Esporte, o Rubro-Negro alegou já saber dos rumores, mas ainda aguarda uma notificação oficial. 

A expectativa é que a contra prova do exame saia ainda nesta sexta-feira e a federação peruana irá se posicionar em breve. Já se sabe, no entanto, que a substância encontrada na urina do atacante pertence à classe "S6 estimulante" da lista de proibições da Agência Internacional Antidopin (Wada).

Responsável pela comissão de dopagem da CBF, Fernando Solera tem informações extraoficiais que podem confirmar o uso de um medicamento gripal. "Tenho uma informação extraoficial de que ele estava gripado e tomou um remédio para gripe", disse ao Sportv.

Apurações da reportagem dão conta de que Guerrero e federação peruana alegam o uso de um descongestionante nasal no período pré-jogo em Buenos Aires.

Solera informou também que esteve em contato com o Flamengo e já se sabe que a contaminação não partiu do clube carioca.

"Conversei com o Flamengo acerca do assunto e não chegamos a um denominador comum. Eu e Márcio Tannure (médico do Flamengo) não temos certeza de onde veio. Tive acesso ao prontuário médico do Flamengo e ele mostrou que não administrou nenhuma medicação que pudesse metabolizar e representar o S6 estimulante", disse.  

O profissional ressaltou ainda que a CBF só deverá receber o comunicado oficial na próxima segunda-feira (6), uma vez que a entidade está em regime de recesso por conta do feriado. Ele prefere ainda não classificar Guerrero como dopado:

"Não existe determinação de suspensão a partir de um RAA (resultado analítico adverso). Só é suspenso quando o presidente do tribunal determina, para que o processo corra e tenha oportunidade de se defender. Se o jogador conseguir mostrar que essa substância veio de uma injeção para tratar uma gripe, por exemplo, o presidente pode não suspender se entender que essa substância não foi utilizada com dolo. É prematuro dizer que temos o Guerrero dopado". 

Fifa confirma "caso em andamento"

Procurada pela reportagem, a Fifa informou que não comentará o assunto pois "o caso ainda está em andamento". A expectativa é que a entidade maior do futebol se pronuncie após a contra prova.

Por ora, sem notificações oficiais e contra prova, Guerrero está liberado para atuar na partida do fim de semana, contra o Grêmio, em Porto Alegre, pelo Campeonato Brasileiro.

No entanto, caso se confirme o doping, o atleta deverá ser suspenso preventivamente de todas as atividades profissionais até que o caso seja julgado pelo Comitê Disciplinar da Fifa.

O camisa 9 do Flamengo e da seleção peruana só conseguiria escapar de uma suspensão preventiva caso a substância encontrada em sua urina seja da classe "especificada S6" - inclui medicamentos - na lista da Wada.

Guerrero se recuperava de um edema no músculo posterior da coxa esquerda que o deixou de fora dos últimos quatro jogos do Flamengo. Ele chegou a treinar na manhã desta sexta-feira no Ninho do Urubu e vivia a expectativa de ser relacionado para a partida deste domingo, contra o Grêmio, em Porto Alegre (RS), pelo Campeonato Brasileiro. 

A seleção peruana queria que Guerrero e o lateral esquerdo Trauco se apresentassem já nesta sexta-feira visando a partida pela repescagem da Copa do Mundo contra a Nova Zelândia, mas o Flamengo não os liberou alegando que ainda não estava no prazo da Fifa. Com isso, ficou combinado de que eles viajariam para Lima (PER) depois do jogo diante do Grêmio. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos