Técnico do River volta a criticar árbitro de vídeo: "Mostrou incapacidade"

Do UOL, em São Paulo

  • Marcos Brindicci/Reuters

O técnico do River Plate, Marcelo Gallardo, voltou a criticar o uso do árbitro de vídeo. Dois dias depois da semifinal da Copa Libertadores, na última terça-feira (31), na Argentina, quando o Lanús conseguiu a classificação depois de duas intervenções, incluindo a marcação do pênalti que garantiu a vitória por 4 a 2, o treinador falou sobre transparência e demonstração de incapacidade. Relembre a partida!

"Não quero ouvir esclarecimentos daqueles que vieram nos dar uma cadeira de transparência e todos viram as injustiças, mostraram incapacidade de resolver situações", explicou.

Além disso, garantiu não poder provar uma intenção em prejudicar a equipe do River. "Temos que manter nossa guarda todo o tempo, tudo se desgasta muito. (...) Demos possibilidades para aqueles que poderiam interferir em um resultado em um momento tão importante".

"Isso nos deixa uma lição: você nunca pode abaixar os braços, porque você dá a possibilidade ao rival e a qualquer pessoa que interfira para ver você ceder. É nossa responsabilidade descer a guarda", completou.

Sobre sua continuidade como treinador do Rivar, Gallardo desconversa:  "Este não é o momento de pensar, e quando fizer, já disse ao presidente, que em nenhum lugar no mundo sentirei o mesmo que aqui".

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos