Conheça o brasileiro que rejeitou o Brasil e vai substituir CR7 em Portugal

Do UOL, em São Paulo

  • ROBERT PRATTA/Reuters

Rony Lopes não é muito conhecido pelo público brasileiro, mas o meia-atacante de 21 anos do Monaco parece estar pronto para ganhar os holofotes de Portugal. Nascido em Belém (PA), ele se mudou ao interior de Portugal ainda aos quatro anos, participou de todas as seleções de base de lá e acaba de ser convocado pela primeira vez para o time de cima.

Em novembro, Rony participará de dois amistosos contra a Arábia Saudita e Estados Unidos, partidas para as quais o capitão do time, Cristiano Ronaldo, não foi convocado. O técnico Fernando Santos preferiu poupar os esforços de seu principal jogador, recém-eleito melhor do mundo.

Habilidoso canhoto, Rony chegou a ser sondado por Alexandre Gallo, antigo responsável pelas seleções brasileiras de base, em 2014. Gallo tentou convencê-lo a jogar pelo time que atuaria na Olimpíada do Rio.

Reprodução/Site oficial Manchester City

O atacante acabou escolhendo Portugal. Segundo as regras da Fifa, uma vez que um jogador atue em uma partida oficial por uma seleção principal, não pode mais defender outra. Embora os próximos jogos sejam apenas amistosos, parecem ser apenas o começo de sua história com a camisa da seleção portuguesa.

"Sou internacional por Portugal em todos os escalões e, apesar de ter sido abordado pela CBF, expliquei-lhes o meu ponto de vista e o que sentia. Portugal deu-me tudo e eu estou disposto a tudo por Portugal", disse ele em entrevista ao site "Maisfutebol" no ano passado.

"Certo que nasci no Brasil, mas formei-me como pessoa e como jogador em Portugal, no Poiares e no Benfica, que estão no meu coração."  

 

Rony começou no Poiares, um pequeno clube da região de Coimbra e logo foi ao Benfica. De lá, transferiu-se ao Manchester City. Em 2013, aos 17 anos e oito dias, saiu do banco aos 42min do segundo tempo de uma partida contra o Watford para estrear profissionalmente. Acabou fazendo o terceiro gol de sua equipe, tornando-se assim o jogador mais jovem a marcar um gol na história do City.

O gol acabou dando uma fama repentina ao adolescente, que entrou nos radares dos grandes europeus. O City o colocou em seu esquadrão de elite da base, e ele começou a brilhar nos campeonatos europeus de categorias menores com Portugal.

Aos 18 anos, foi emprestado ao Lille para ganhar experiência e fez uma boa temporada, com mais de 20 jogos e três gols na França. Ao fim de seu contrato com o City, acabou preferindo não renová-lo e optou por ir ao Monaco para ter mais minutos de jogo. A equipe tem vários portugueses no elenco, além do técnico, Leonardo Jardim.

Na última quinta-feira, estreou na Liga dos Campeões marcando um belo gol ao chutar de fora da área. "É um sentimento inexplicável. Por muito que se sonhe, quando acontece... é ótimo. A primeira coisa que me passou pela cabeça foi a minha família, por tudo o que lutamos e continuamos a lutar", disse Rony Lopes ao jornal português "Record".

 

 

O atacante tem uma tatuagem no punho em homenagem a sua família, que ele costuma beijar sempre que marca gols. "É uma tatuagem que tenho e que o meu pai, mãe, irmão e irmã também têm. Cada vez que marco um golo beijo o punho em homenagem à minha família", disse ele.

Uma curiosidade é que seu nome de batismo não é Rony. Ele se chama na verdade Marcos Lopes, mas quando jogava bola em Portugal, costumava usar sempre uma camiseta com o nome do Ronaldo Fenômeno nas costas. Um treinador resolveu chamá-lo de Ronaldo e, logo, de Rony. O apelido pegou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos