Quem é a promessa "especial" da base do City que encanta Guardiola

Caio Carrieri

Colaboração para o UOL, em Manchester (ING)

  • Divulgação/Manchester City

"Em qual posição ele jogou?", respondeu Josep Guardiola, interessado e com um sorriso no rosto. O motivo da reação espontânea de entusiasmo tem nome e sobrenome: Phil Foden. Pep quebrou o protocolo das burocráticas entrevistas coletivas para saber sobre uma das maiores promessa da base do Manchester City.

Os Citizens tinham acabado de vencer mais uma no Campeonato Inglês, desta vez o West Bromwich por 3 a 2, fora de casa, no último sábado (28), mantido a liderança do torneio e o assunto era o jovem de 17 anos que no mesmo dia tinha se consagrado campeão do Mundial sub-17 com a Inglaterra, na Índia.

"Quando o Phil voltar, vou colocá-lo nessa mesma posição (em que ele foi campeão)", riu o treinador.

Se depender do desempenho do garoto com a seleção de base inglesa, a estreia pela equipe principal do City acontecerá em breve. Foden foi eleito o craque do torneio, com direito a dois gols na virada por 5 a 2 sobre a Espanha na grande final. O encontro reeditou a decisão da Euro da categoria disputada na Croácia em maio, quando o pupilo de Guardiola também deixou sua marca, mas viu os espanhóis saírem vencedores nas cobranças de pênaltis, após o 2 a 2 no tempo normal.

Natural de Stockport, na grande Manchester, o meia-atacante canhoto, franzino e técnico se destaca desde criança nos torneios amadores do noroeste da Inglaterra. Sucesso entre os olheiros que buscam joias para os grandes clubes, ele sempre teve o sonho de jogar pelo time do coração – a paixão pelo City vem de berço, herdada da família.

Na base dos Citizens desde os nove anos, Foden está no radar de Pep há meses. Por isso, o treinador barrou uma proposta de empréstimo feita pelo escocês Celtic para o jovem para poder acompanhar a evolução dele nos treinamentos.

"Ele está conosco todos os dias, rodeado de jogadores experientes no vestiário. Essa é a melhor maneira de aprender em alto nível", explicou o técnico.

A aproximação dos dois surgiu já na pré-temporada, quando Foden viajou com o elenco para o tour nos Estados Unidos e não se intimidou em um amistoso contra o rival Manchester United no Texas. Os holofotes estavam voltados para os novos contratados Kyle Walker, lateral-direito da seleção principal da Inglaterra, e Ederson, goleiro brasileiro. O pequeno canhotinho, no entanto, roubou a cena.
 
"Fazia tempo que não via algo assim", impressionou-se Guardiola em julho. "Somos sortudos de assistir ao primeiro jogo desse menino. Ele é especial".

À espera da estreia entre os profissionais, Foden já ficou no banco de reservas em quatro partidas com Guardiola, sendo três delas na atual temporada. Internamente, a comissão técnica trabalha com a possibilidade de lançar o garoto diante do Leicester City, dia 19 de dezembro, como visitante, pelas quartas de final da Copa da Liga Inglesa, competição de menos prestígio entre as quatro do calendário e que serve de vitrine para os atletas menos utilizados.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos