Suposta vítima, F. Melo também já foi acusado de cuspir em rival na Turquia

Do UOL, em São Paulo

Protagonista de uma pequena confusão com Clayson na saída para o intervalo do jogo entre Palmeiras e Corinthians, Felipe Melo já foi expulso por supostamente ter feito a mesma coisa da qual teria sido vítima no último domingo, na Arena Corinthians. Em 2013, o volante, que acusa o atacante alvinegro de ter cuspido nele, já levou cartão vermelho durante um clássico entre Galatasaray e Besiktas.

No jogo, vencido pelo Galatasaray por 2 a 1, o volante discutiu com o meia Oguzhan Ozyakup e foi acusado pelos jogadores do Besiktas de ter cuspido no jogador turco. Mesmo sem ter visto o lance, apesar de estar próximo, o árbitro da partida resolveu expulsar o brasileiro, que saiu bastante irritado.

Toda a confusão com Clayson começou após imagens da Rádio Bandeirantes flagrarem o volante do Palmeiras atirar uma munhequeira na direção do atacante do Corinthians. Um dia depois do ocorrido, o próprio Felipe Melo retuitou um vídeo e inclusive fez comentário contra Clayson. 

"Cuspindo?!! Que coisa feia! Tem idade para ser meu neto. Vai ver que é mal de família", postou o volante, em resposta a um conselheiro palmeirense que publicou o vídeo na rede social.

 

As imagens do veículo vão ser usadas pelo STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) e podem gerar denúncia contra o jogador do Palmeiras.

O novo vídeo também foi gravado por alguém que teve acesso ao túnel durante o intervalo do jogo. Felipe Melo deixou a Arena Corinthians sem se pronunciar sobre o caso. Clayson, por outro lado, disse que o problema com o rival era antigo.

"Ele jogou a munhequeira em mim, mas não sei o que passa na cabeça dele e nem quero saber. O importante foi a vitória do Corinthians, já que abrimos uma boa vantagem e agora vamos focar nos jogos que faltam", disse o camisa 25 da equipe corintiana.

"Ele já está me ameaçando desde o Campeonato Paulista, quando eu estava na Ponte Preta, e hoje quis dar uma de doido e valentão e veio para cima de mim. Não tenho nada a favor ou contra ele, não sou amigo dele e nem quero ser. O importante foi a vitória. Eu não falei nada. Você pode perguntar para quem estava do meu lado. É coisa do passado que ele guardou", completou Clayson.

 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos