Moisés promete processar jornalista que publicou conversa fake no Twitter

Danilo Lavieri

Do UOL, em São Paulo

  • Daniel Vorley/AGIF

    Moisés e Pablo disputam lance no jogo entre Corinthians e Palmeiras

    Moisés e Pablo disputam lance no jogo entre Corinthians e Palmeiras

Moisés prometeu processar Chico Lang, jornalista da TV Gazeta, por causa de uma publicação no Twitter. Em pronunciamento feito nesta terça-feira (7) na Academia de Futebol do Palmeiras, o meio-campista disse que aceita as desculpas do profissional de imprensa, mas que não vai deixar o episódio sem que busque seus direitos. 

A polêmica começou após Chico Lang postar no seu Twitter uma conversa falsa de Whatsapp em que Moisés dizia que Tchê Tchê e Borja tinham "pipocado" de jogar na Arena Corinthians. 

O jogador ficou sabendo após centenas de avisos dos torcedores e prometeu que tomaria as providências. Até mesmo a mulher do atleta palmeirense entrou na história e disse que ele iria "atrás de seus direitos".

"Estava dormindo e minha esposa me acordou desesperada. E falaram que estavam dizendo de mim. Acordei assustado e é revoltante ver uma mentira falada sobre a sua pessoa. Isso pode afetar. Imagina se isso fica em dúvida, se falei ou não. Aqui dentro todo mundo me conhece e sabe como eu sei lidar. No mesmo tempo no grupo de whatsapp do elenco, todos foram firme em falar que estavam comigo e me deram apoio", afirmou o camisa 10..

"O Chico Lang em mais de 20 anos de profissão. O mínimo que ele deveria fazer quando recebe uma mensagem como essa era checar a informação para saber se procede, porque é sério. Em momento algum ele fez isso, ele só soltou essa foto. Não tenho dúvida que ele sabia da repercussão que isso ia tomar. Ele está envolvido. Não sei se ele estava esquecido e começou a aparecer demais, falar de esquema Crefisa, que estava comprando o campeonato, comprando times e logo depois a gente joga com o Corinthians e os três lances duvidosos foram a favor do Corinthians. E mais uma vez veja que ele está equivocado. Ele pediu desculpas, desculpas aceitas. Mas não vai ficar por aí. Estou vendo com meus advogados para saber o que pode ser feito. Não pode falar mentira e depois só pedir desculpas. É até bom para os que quiserem fazer gracinhas com meu nome vou tomar as medidas cabíveis", completou.

Depois de Moisés fazer um primeiro pronunciamento nas redes sociais avisando que iria atrás de seus direitos, Chico Lang apagou a postagem original e pediu desculpas.

Até mesmo Tchê Tchê, que tinha sido citado na conversa fake, aproveitou a sua coletiva de imprensa para lamentar o fato que envolveu seu nome e o de Borja.

"Eu vi isso no grupo do Whatasapp e até brinquei. Quando pensei que não estava envolvido... Estava lá meu nome", disse ele aos risos. "As pessoas que postam isso na internet deveriam ser melhor instruídas. Ficamos tristes porque essas pessoas formam opiniões e isso causa um tipo de mal estar. As pessoas procuram a gente, falando coisas que a gente não gosta de ouvir. Então acho que eles precisam se preparar melhor para que não caia na mídia essas inverdades". 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos